Tradução deste blog

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

A PROVISÃO DE DEUS EM TEMPOS DIFÍCEIS, EBD LÇ 2 para 09/10/2016 (Subsídio)

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO 02 PARA O DIA 09/10/2016.
PONTOS A ESTUDAR:
I – PROVISÃO DIVINA EM UM MUNDO CAÓTICO.
II – UM MUNDO CAÓTICO.
III – CARACTERÍSITICAS DO MUNDO ATUAL.

Os que guardam a fé com a obediência não sentirão o tempo da escassez, não de forma dizimadora. Deus nos enviará o socorro desde os céus.


I – PROVISÃO DIVINA EM UM MUNDO CAÓTICO.

1.1       A provisão de Deus no deserto.

O tempo de crise revela o verdadeiro caráter do cristão.

Bem sabemos que é preciso compreender os limites de cada um. Nem todos estão preparados para suportar grandes pressões como nem todos sofrerão penas por conta de momentos de verdadeira loucura com palavras ditas fora do tempo. Isto em caso pessoal a exemplo da mulher de Ló.

No caso de Israel murmuração se deu com todo o povo contra Moises e contra Deus, mesmo assim, Deus supriu as necessidades deles e certamente Deus não será duro conosco no sentido pessoal,  salvo em calamidades quando o justo e o ímpio morrem da mesma morte.

O que acho muito interessante na peregrinação,  está em Dt. 29:5 roupas e calçados foram preservados durante os 40 anos.

1.2       A provisão de Deus para Elias em Querite.

Neste ponto o autor aborda a provisão de Deus para Elias quando saiu da presença de Acabe, IRs 17:1-6 e nesse caso em particular, temos uma forma de manutenção que somente Deus podia prover; um corvo levava carne para Elias e o ribeiro matava sua sede.

Essa maneira de Deus agir costumo chamar de “agir por exceção” que nós não podemos transformar em regras e refiro-me aos milagres que acompanham a obra da evangelização. Deus age como quer.

1.3 A provisão de Deus para Elias em Sarepta.

Deus manda Elias sair de  Querite para Sarepta dizendo-lhe: “ordenei a uma mulher viúva que te sustente”. Outro milagre por exceção.

Que ninguém vá importunar viúvas a pretexto de tirar-lhe o pouco que tenha, todavia a lição ficou marcada em nossos corações como um grande e maravilhoso milagre, pois a mulher que o sustentaria, já não tinha certeza de sobreviver diante da fome.

Viúva é para ser amparada, mas somente Deus pode encher de bens o faminto. Lc. 1:53-54 e Salmos 107:9.

Não devemos nos assustar com as crises que ameaçam o Brasil. Permaneçamos fieis.


II –  UM MUNDO CAÓTICO.

2.1 O mundo jaz no maligno.

Sabemos a causa de todo atropelo que ocorre no mundo; Fomes, guerras, doenças e acidentes naturais Mc 13:8 e as calamidades apocalípticas para depois do arrebatamento, Ap.6:8 tem como causa o profundo grau de desobediência dos homens e o gestor dessas calamidades é o próprio Diabo para quem a sentença já foi lavrada.

Não podemos ter medo, não podemos perder a paz.

O Senhor é a nossa força e o nosso grandíssimo galardão. Gn 15:1.

Servindo como pastor, vivendo do meu trabalho criei 4 filhos e éramos seis. Sempre que chegávamos a uma igreja, mais tarde alguém revelava o pensamento sobre nós: “Esse pastor é advogado e rico...” rssss. Andávamos sempre bem vestidos, mas se tivessem olhado primeiro para o meu carro logo matariam a charada.

 Nos momentos difíceis da vida, a mão de Deus nos abençoava com o necessário; hoje pela graça de Deus, os filhos estão bem formados e vivem confortavelmente bem.

Que mais podemos querer?


2.2 O mundo globalizado.

O autor define bem o conceito de globalização.

A globalização trouxe e mantém o espírito de unificação das nações para fins comerciais e de avanço tecnológico. Quem parece não encontrar lugar, são as nações pobres do planeta.

A globalização veio com o conceito de “nova ordem econômica” conceito que na minha juventude esperava acontecer e alegrei-me quando isto foi pronunciado pela primeira vez e então entendi que estava aberta a porta para o fim.

Mesmo diante desse ajuste mundial, Disse Jesus que não cairá um fio de cabelo da nossa cabeça. Lc. 21:18.


2.3 Tempo de mudanças.

Recomendo a leitura em classe deste tópico com seus alunos.

O autor fala de transformações em todas as áreas.

Quais das mudanças se constituem em grande perigo para a igreja?

De forma subjetiva todas e de forma objetiva, a luta ideológica nela encontramos todos os laços que apontam para o desvio de igrejas e grupos evangélicos.

Na nova ideologia, temos o divórcio, o aborto, a ideologia de gênero e a relativização de tudo acerca de Deus  pelo falso evangelho invadindo os arraiais evangélicos.  

                     
III –  CARACTERÍSTICAS DO MUNDO ATUAL.

3.1 Uma sociedade centrada no homem.

Alguns fatos ocorridos no passado poderiam ser visto como uma ficção e o nosso gtempo como realidade:

A Torre de Babel – “Façamos um nome para que não sejamos espalhados sobre a terra.”.
Jardins suspensos de Babilônica e Nabucodonosor, Dn. 4:30.

Deus não dá a sua glória a outrem. Is. 42:8

No Novo Testamento temos o discurso de Herodes que inchou-se diante dos aplausos e gritos que a sua voz era de Deus e não de homem, Atos 12:22.

O antropocentrismo é um mal que invadiu muitos lugares de culto e por vezes vem de um elogio aparentemente honroso.

Os pastores presidentes ou líderes precisam se cuidar, pois em busca de interesses, enaltecem a figura do homem acima de tudo em busca de poder e Deus está atento a tudo isso.

Tentado não cedas, ceder é pecar.


3.2 Uma sociedade relativista.

O autor esclarece bem o sentido do relativismo e basta sua leitura em classe, todavia como há leitores que certamente não participam de nossas escolas bíblicas e consequentemente não possuem a lição, para estes digo que vivemos um tempo em que o certo e o errado se misturam e pior ainda, em se tratando das questões relativas a Deus e principalmente a sua Palavra, o homem (pastores) se torna culpado pelo transtorno causado quando em muitas igrejas os valores cristãos estão pervertidos e não há qualquer respeito a verdadeira orientação da palavra de Deus.

Este assunto poderia ser mais bem detalhado, porém o que a lição passa, tem caráter informativo e de advertência. Os homens brincam com tudo, com dons espirituais principalmente o dom de línguas e não levam a sério a doutrina das ordenanças observadas pelas igrejas com base na doutrina apostólica.

Uma hora Deus dirá: Basta.
  
3.3 Uma sociedade secularizada.

Penoso é que a forma seja dentro da igreja ou fora dela, porém afeto a mesma, desvaloriza o conteúdo. Esvaziar o valor espiritual quando devidos ao fim.

Nessa passagem da espiritualidade para a secularização, muitos pastores que são os responsáveis pela boa condução da vida cristã, permitiram que o misticismo substituísse o que é de valor espiritual.

Para ser bom, é preciso ser espiritual e bíblico ao mesmo tempo.

Tomemos cuidado, pois Deus não se deixa escarnecer.



Nenhum comentário:

Postar um comentário