Tradução deste blog

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

EBD CPAD - A APOSTASIA NO REINO DE ISRAEL


LIÇÃO 01 A APOSTASIA NO REINO DE ISRAEL.
EBD 06.01.2013. Subsídio.
PONTOS A ESTUDAR:
I – AS CAUSAS DA APOSTASIA.
II – OS AGENTES DA APOSTASIA.
III – AS CONSEQUENCIAS DA APOSTASIA.
IV – APOSTASIA.




Em tempo: Primeira lição da série, envolvendo a vida e os exemplos de Elias e Eliseu, para aplica-los nos nossos dias. Na vida desses dois líderes estavam impressos, a sinceridade, a honestidade e a comunhão plena com Deus. Em todo o tempo, as bênçãos de Deus foram ilimitadas; o limite está no homem e na sua dedicação em tomar posse dessa bênção e que também, não vem por meio de profecias de insurgentes pregadores tal como: "Tome posse meu irmão".

INTRODUÇÃO – A afirmação do autor quanto à situação espiritual do povo de Israel no governo de acabe é verdadeira. As mudanças de governo e a lambança em que o povo foi envolvido nos dá uma visão do que acontece hoje nas igrejas; da qualidade do obreiro que a dirige, vai depender o estado espiritual da mesma. Conhecemos casos de igrejas que foram  conduzidas dentro de um excelente padrão de ética e de moralidade; perderam tudo isso e ainda se mostraram satisfeitos. Temos uma resposta para isso? É o que veremos nesta série, com certeza.

I – AS CAUSAS DA APOSTASIA.
1.1        Casamento misto.
Casamento misto sempre foi um perigo para o povo de Deus. Apesar da proibição as investidas são frequentes nessa área, e as coisas caminham para que os pastores zelosos sejam chamados de homofóbicos.
No caso, Acabe escolheu Jezabel; que péssima escolha e que grande prejuízo para o povo do Senhor.


1.2        A institucionalização da idolatria.
Institucionalizar é firmar posição legal acerca de alguma coisa ou legalizar, tornar oficial. Quando alguém do povo transgride, julga-se o faltoso, mas, quando a transgressão é de uma grande liderança ou do estado, somente Deus, exerce o julgamento de maneira justa e coerente.
Acabe estava disposto a irritar Deus e o fez muito mais que qualquer outro. O julgamento não tardaria a chegar, pois Deus não se deixaria escarnecer.

II – OS AGENTES DA APOSTASIA.
2.1 Acabe.
Na sucessão, Onri, pai de Acabe, foi o sexto rei de Israel de uma dinastia iniciada por Jeroboão, responsável pela divisão do reino.
Acabe reinou 22 anos, tempo provável, 874-853 a.C. foi considerado o mais perverso dos 19 reis. Casou-se com Jezabel, princesa sidônia, iniciando um reinado de terror. Foi o responsável pela morte de Nabote. No seu reinado, o culto a Baal e Asera arrastaram o povo de Deus à idolatria.
O professor deve mostrar com isso, aos seus alunos, que devemos imitar o bem, os bons exemplos e nunca seguir os que corrompem os valiosos princípios estabelecidos pela palavra de Deus.

2.2 Jezabel.
Conhecemos na história dos impérios, muitas mulheres perigosas, mas, acreditamos que Jezabel superava a quase todas.
Os adjetivos que apontam Jezabel como mulher má, são: Mulher imperiosa, vingativa, diabólica, decidida, um demônio em carne.
Manteve 850 profetas de Baal e de Astarote. Seu nome, em função de uma Jezabel citada Ap. 2:20 é  sinônimo de usurpadora e falsa profeta. Deu muita canseira em Elias e ensaiou para corromper Jeu, quando se dirigia a capital para fazer uma limpeza na herança maldita.



III – AS CONSEQUÊNCIAS DA APOSTASIA.
3.1 A perda da identidade nacional e espiritual.
A exemplo desse período, não se pode dizer que a igreja do Senhor perdeu a sua identidade, mas, as igrejas andam bastante comprometidas com o mundo. A igreja do Senhor é a igreja dentro das igrejas.
Nos reinados de Davi e Salomão, Israel fez nome entre as nações, agora, esse nome já não inspirava qualquer preocupação aos inimigos.

3.2 O julgamento divino.
Se acabe e Jezabel foram agentes do mal, Deus enviara a Israel o agente do bem, Elias, que chamou o povo as contas e destruiu tanto os profetas de Baal como os de Asera, concluindo a limpeza com Jeu.



IV – APOSTASIA.
4.1 Um perigo real.
-A apostasia sempre rondou a igreja de Cristo.
-Apostasia não é um fato corriqueiro, que não mereça atenção.
-Hoje, usamos e particularmente uso a rede social para combater apostasias.
-Combater apostasias não é uma tarefa fácil, quando o povo corre atrás do imediatismo e de um deus subserviente.
-Hb. 6:1-3 esta primeira parte, não tem referência como apostasia, mais um convite a avançar no conhecimento da Palavra de Deus e a partir do verso 4, sim, vem a advertência com aqueles que não progridem no conhecimento e recaem da fé.
-ITm. 4:1 Temos uma advertência direta contra a apostasia nos últimos tempos.
-IITm. 2:1 Paulo recomenda que o dele se ouviu, fosse confiado a homens fieis.
IITm. 3:1-5 Extrema corrupção nos últimos dias e a qualidade dos homens infiéis.
IITm. 3:10 e 14 Outra recomendação do apóstolo sobre os perigos da apostasia.





Nenhum comentário:

Postar um comentário