Tradução deste blog

quinta-feira, 7 de maio de 2015

EBD.LÇ 6 "MULHERES QUE AJUDARAM JESUS".

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 10/05/2015
PONTOS A ESTUDAR:
I – JESUS, O JUDAÍSMO E AS MULHERES.
II – MULHERES COM DISPOSIÇÃO PARA OBEDECER.
III – MULHERES COM DISPOSIÇÃO PARA SERVIR.
IV – MULHERES COM DISPOSIÇÃO PRA OFERTAR.





I – JESUS, O JUDAÍSMO E AS MULHERES.

1.1 A presença feminina no ministério de Jesus.

A presença feminina tem gerado discussão que faz muito barulho nos nossos dias e é com respeito a presença da mulher no ministério que escrevo no final.

Há pastores que tem medo da presença da mulher na igreja, medo de que esta ofusque a sua falta de criatividade e pelos exemplos, mostre a inépcia do ministro. Melhor afasta-las nesses casos.

Quanto a presença da mulher no ministério do Senhor, não da forma ostensiva como se pretenda  e o carinho dispensados pelo Senhor é visível nas páginas dos evangelhos.

1.2 Jesus valorizou as mulheres.

O autor descreve como a mulher era tratada pelo judaísmo e não somente pelo judaísmo, mas, em muitas culturas a mulher não passa de um objeto.

O diálogo com a mulher samaritana mostra o respeito com que Jesus tratava a todos e principalmente as mulheres.

A despeito de acharem que Paulo, apóstolo do Senhor era machista, não é o que se depreende do texto de Efésios 5:28-29. O texto impõe o dever do homem em relação à mulher.
  

II MULHERES COM DISPOSIÇÃO PARA OBEDECER.


2.1 Maria, a mãe do Salvador.

A maneira como a Igreja Católica reconhece Maria pelos seus dogmas e doutrinas marianas têm-na como:
1 - Maria mãe de Deus.
2 - Virgindade Perpétua – Antes e depois do parto.
3 - Elevação de Maria em corpo e alma ao céu.
4 - Maria mãe de Deus que nem ela própria aceitaria.

A maneira como a vemos à luz da Bíblia:
Agraciada, mãe do Salvador e jovem virtuosa na sua mocidade.

Quando o autor fala em: “Rejeição (...) que prevalece entre muitos protestantes por conta do anticatolicismo deve estar se referindo a rejeição dogmática, pois, jamais rejeitaríamos aquela que deu a luz ao nosso Salvador.   


2.2 Isabel, a mãe do precursor.

Disse Zacarias ao anjo: “Como saberei isto? pois eu já sou velho e minha mulher avançada em idade.”. Muita semelhança com o anúncio do nascimento do Messias exceto que no o aviso foi primeiramente dado a Maria.

Traz a lembrança o anúncio do nascimento de Isaque no caso, Abraão e Sara.

Leva-nos a refletir sobre a providência de Deus e os seus planos; não há quem impeça.


III – O TREINAMENTO.
Os tópicos II e III podem passar a impressão que o autor classifica as mulheres em dois grupos: As obedientes (passivas) e as que servem (ativas), mas, não é.

3.1 Mulheres servas.

O autor carrega bem o texto com referências bíblicas e essas referências fortalecem a ideia que temos do importante papel da mulher na vida do Mestre, dos próprios apóstolos e finalmente, do Reino, todavia, Jesus escolheu doze homens  para acompanha-lo e servi-lo no compromisso da evangelização ou nem diria da evangelização para que ninguém diga que a mulher não pode evangelizar; diria ação ministerial por caber aos apóstolos fazerem discípulos em todas as nações. Mt. 28:19.

Não me lembro de alguém ter achado que o Senhor era machista como dizem de Paulo.


3.2 Mulheres abnegadas.

O autor mostra duas situações semelhantes, mas, distintas pelo lugar, tempo e personagens envolvidas. Muito bom.

Elas gastaram dinheiro na obra, acompanharam os passos do Senhor e quem sabe não tenham influenciado seus maridos, alguns, figuras importantes do cenário político.


IV – MULHERES COM DISPOSIÇÃO PARA OFERTAR.

4.1 O trabalho rabínico.

Lendo Lc 10:7 sobre a instrução de Jesus aos doze, fico extasiado. Seguir o modelo que ele deixou é abençoar e ser abençoado.

Digno é o trabalhador do seu salário, que sirva de lição para as centenas de pastores espalhados pelo Brasil que convoca obreiros para a seara do Mestre e larga-os pelos cantões sem lhes dar a devida assistência.

A falta de assistência a um pastor e sua família, leva os filhos a crescerem revoltados com a igreja.

Conheço um amigo que quando criança, crescia os olhos pela quantidade e qualidade de comida na casa do pastor presidente.

Guarde-nos o Senhor.

  
4.2 Apoio feminino.

Não apenas na cultura judaica que na verdade é o que importa no presente estudo, mas, a mulher sempre pagou um alto preço por ser mulher em todo o tempo e em todos os lugares.

A mulher erra e acerta em tudo o que faz. Acerta por ser mais sensível e obstinada e erra por colocar a emoção acima de tudo o que faz.

O presente século abriu uma enorme fenda nas relações sociais que envolvam homens e mulheres e estas, conquistam cada vez mais espaço; reclama seus direitos e nos países em que prevalece o fanatismo religioso elas são sempre as maiores vítimas.

O Evangelho de Cristo, o verdadeiro Evangelho notabilizou a mulher e acerca de uma delas disse Jesus: “Onde quer que o evangelho seja pregado, o que ela fez será contado para sua memória.”. Mc 14:9.

                                                           "APÊNDICE"
A MULHER E O MINISTÉRIO.

Há muitas coisas que estão acontecendo no mundo das igrejas por pura permissão de Deus, por conta do abandono doutrinário a que essas igrejas têm sido relegadas como por conta de homens com o coração endurecido.

Os dons ministeriais descritos em Efésios 4:8-13; a instituição dos diáconos em Atos 6; o estabelecimento do presbitério com o objetivo de organizar e manter a boa administração das igrejas Tt. 1:5 seguido da orientação no verso 6 para que fossem maridos de uma mulher e não as mulheres com a recomendação; aquelas que tenham apenas um marido e etc.

Não há nos dons e ofícios acima, cargos que honrem os homens tão somente para ocupa-los, mas, dons e ofícios para servir a igreja do Senhor.

Que não tentem subverter a Palavra do Senhor.

O que digo acima, não significa desprezo ao trabalho feminino e vou ainda mais longe; as mulheres a quem Deus usa são por vezes, mal assistidas na maioria dos ministérios e muitas trabalham sem qualquer apoio financeiro visto que, muitos acham que por ser mulher, não se deve assalariar para a realização de missões que cumprem de maneira exemplar.

Se acho horrível ver homens nos púlpitos, cheios de si, vaidosos, e soberbos sentindo-se os donos do poder e filhos prediletos de Deus, quanto mais a mulher.

Infelizmente deixaram-se corromper pelo poder, pelo dinheiro e pela popularidade.





Nenhum comentário:

Postar um comentário