Tradução deste blog

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

EBD LC8 - A MULHER VIRTUOSA.


LIÇÃO 08 A MULHER VIRTUOSA.
EBD para 24/11/2013. Subsídio.
PONTOS A ESTUDAR:
I – A MULHER VIRTUOSA COMO ESPOSA.
II – A MULHER VIRTUOSA COMO MÃE.
III – A MULHER VIRTUOSA COMO TRABALHADORA.
IV – A MULHER VIRTUOSA COMO SERVA DE DEUS.


Em tempo: A figura da mulher virtuosa na visão da mãe do rei Lemuel, retrata o papel da mulher em um contexto social, completamente diferente do nosso, onde se percebe a pouca ação do marido, a não ser, a confiança nela depositada. Na atual conjuntura, esse tipo de mulher parece não mais existir. Nem preciso ir muito longe, na minha rua, o dia mal amanhece e elas passam carregando o filho nos braços, com toda proteção,  chovendo ou não. Vai deixa-lo nalguma  creche ou na casa de algum parente, para depois, encarar o transporte público e lutar bravamente para que o filho tenha mantimento.
Assim é a mulher virtuosa do século XXI.

 I – A MULHER VIRTUOSA COMO ESPOSA.
1.1        Tem a confiança e o respeito do marido.
Convivi com inúmeros casais ao longo da minha vida ministerial e com certeza, o amor, a confiança e o respeito, devem ser mútuos, tornando os compromissos do lar, sustentáveis.
Sempre que a sociedade passa por transformações, o relacionamento familiar vão igualmente se transformando, todavia, há valores imutáveis no matrimônio.
O autor cita a palavra confiança, buscada no Hebraico como: “Sentir-se seguro”.  Essa segurança proporciona o lado saudável da vida familiar.

1.2        Tem a admiração e o respeito do marido.
Estando a ensinar na minha classe, leria este tópico para os meus alunos. Há homens que mesmo diante de tantas demonstrações, ignora o valor do elogio, mas, gosta de ser elogiado.


II – A MULHER VIRTUOSA COMO MÃE.
2.1 É educadora.
A melhor ferramenta para educar família é à força do exemplo e nesse quesito, o papel da mulher e do homem, se completam.

2.2 É afetuosa.
Não havendo afeto, o esforço dos filhos para alcançarem qualquer estabilidade, exigirá muito esforço. É bom, quando a mulher dá afeto aos filhos e igualmente o marido.
Vivemos em um mundo muito complexo e contraditório. Conheci jovens abençoados que cresceram em lares sem qualquer afeto.

III – A MULHER VIRTUOSA COMO TRABALHADORA.
3.1 É dona de casa.
Penso que a maior realização feminina é cuidar e suprir o seu lar.
A vida moderna afastou para longe do lar, mulheres que hoje cuidam de atividades empresariais; realizadas por um lado e infelizes por outro.
Te havido muito retorno da vida empresarial à vida do lar.
Feliz seríamos, mais ainda, se todas as mulheres pudessem estar ao lado dos filhos e o marido cumprindo o papel de provedor sem qualquer sobressalto.

3.2 É empreendedora.
O empreendedorismo é a marca da mulher moderna e feliz o marido que tem prazer em compartilhar com mais eficácia dos deveres domésticos.
A falta de compreensão do marido e de ajuda, tem sido o pomo de muita discórdia entre o casal.

IV – A MULHER VIRTUOSA COMO SERVA DE DEUS.
4.1 Dá um bom testemunho.
O autor compara dois modelos de mulheres, descritas no próprio livro de provérbios. A tola, 14:1 destrói o próprio lar.
O que leva uma mulher a ignorar os valores da mulher virtuosa?
A melhor resposta é para o reconhecimento da falta de exemplo dentro de casa.
Filhas que tem como mãe, uma mulher virtuosa, com certeza seguirá os passos exemplares dela, tornar-se-á uma excelente esposa e dona de casa.

4.2 É temente a Deus.
Se a mulher é temente a Deus, suas virtudes serão percebidas por todos os familiares. A sociedade moderna com todas as suas o propostas de transformação da mulher, dando-lhe como modelo padrão, a que concentra todo esforço na beleza exterior, as tem afastadas de Deus, começo da decadência moral.

Falamos tanto da mulher virtuosa, porém, se não tiver um homem virtuoso e temente a Deus do seu lado, só não podemos dizer que tudo que faz, tornar-se-á vão, por que a mulher virtuosa fará sempre pelos filhos, tornando-a mais corajosa e resoluta ainda.

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário