Tradução deste blog

terça-feira, 9 de agosto de 2011

EU SOU PROFETA DE DEUS.

"Eu sou profeta de Deus".
Esta expressão, está muito em voga atualmente. Qual o significado? Dar autenticidade ao que se fala? E se eu não usar esta expressão? Minha pregação terá menos crédito? Como posso compreender isto a luz da Bíblia Sagrada?

São estas e outras perguntas que quando analisadas a luz da Palavra de Deus, não produzem eco. Quando os judeus foram investigar Jesus sobre seus ensinamentos, voltaram para os principais dos sacerdotes com a seguinte informação: "Nunca homem algum, falou assim como este homem" Jo.7:46. Viram em Jesus, autoridade e poder;  reconheceram que Jesus era um grande profeta: "Um grande profeta se levantou entre nós" Lc. 7:16.

Em função do chamado sincretismo religioso, existe uma aura mística em que, apagando ou acendendo uma luz, dizendo que está vendo um homem de branco, sou profeta entre vocês, assim diz Jeová  e outros chavões, eleva o nível de sentimentalismo e temor ambiental, que faz com que o adorador, responda com rapidez os apelos do pregador ou do "pseudo profeta", tornando-o capaz de esvaziar o bolso por que saindo dali, acredita que Deus providenciará uma quantidade de dinheiro bem maior que a deixada no culto. Em casos isolados, Deus pode fazer muito mais que isto.

Obviamente, já participei de muitos cultos pentecostais e quantas vezes, de diferentes formas e pessoas, no mesmo culto, alguém me dizia: "Pastor, Deus falou comigo". Para mim que estou entre eles e Deus como pregador, ouvindo os diferentes entendimentos, saio com a certeza que alguns ali, se equivocaram. Deus não é Deus de confusão e quando fala, sua palavra tem endereço certo e cumprimento real.

Quando me detenho em pregar a palavra de Deus, ela por si, se garante, não volta vazia, Isaias 55:11 "Assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei".

Finalmente, a única maneira de fortalecer os discípulos de Cristo, é ser fiel naquilo para o qual fomos recomendados; falar a palavra com pureza e sinceridade. Se precisamos de alguma coisa, que nos mantenhamos autênticos pois o povo de Deus tem um coração largo e sabe compreender as nossas necessidades. Fato semelhante, é quando o pregador, estando em dificuldades financeiras, fica choramingando na frente do povo; sendo esta, a pior demonstração de fraqueza. Basta ser um servo fiel e Deus certamente o cobrirá de bens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário