Tradução deste blog

segunda-feira, 7 de março de 2016

O JUÍZO FINAL - EBD 13/03/2016. Subsídio.

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO 11 PARA O DIA 13/03/2016.
PONTOS A ESTUDAR:
I – EVENTOS QUE ANTECEDEM AO JUÍZO FINAL.
II – O JUÍZO FINAL.
III – QUEM TERÁ DE PRESTAR CONTAS AO JUSTO JUÍZ?

  JUSTIÇA E JUÍZO SÃO A BASE DO SEU TRONO (Salmos 89:14). 


I – EVENTOS QUE ANTECEDEM AO JUÍZO FINAL.

1.1       A última revolta de Satanás.

Após o milênio de paz, Satanás será solto por um pouco de tempo e voltará a tentar os habitantes da Terra para que não se sujeitem ao governo de Cristo e destruam Israel definitivamente.

O autor afirma que ele será solto para provar os que nasceram no Milênio e que não tinham tido a oportunidade de ter a sua fé provada. Possivelmente sim, afinal de contas, ele procurará seduzir  todos para fazer guerra aos escolhidos de Deus e a Cristo. Que satanazinho teimoso hein!

A resposta de Deus está em Ap. 20:9-10.

1.2 A prisão eterna de Satanás.

A prisão de Satanás fecha o circuito montado por aquilo que chamam de “trindade satânica” o que não aprecio muito esse título, mas, considerando que ele sempre quis imitar a Deus em tudo; deixa estar.

Com essa prisão, o plano eterno de Deus sobre a humanidade; vida eterna,  a lacuna deixada pelos anjos caídos e agora totalmente preenchida pelos fieis,  resta agora cumprir-se o que disse o irmão e apóstolo Pedro, IIPd 3:12. “... os elementos ardendo se desfarão...”.

II –  O JUÍZO FINAL.

2.1 O que é e quando se dará?

O tribunal do “Trono Branco” visto por João, (ap.20:11) será estabelecido após o milênio e nessa oportunidade, Deus julgará todos os seres humanos:

Uma parte não será julgada, pois, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus... Rm. 8:1.

Os ímpios serão julgados por suas más obras e principalmente por terem recusado em vida, o amor da verdade para serem salvos e todos estavam sob promessa de salvação, para que fossem tornados, “eleitos de Deus” segundo a graça.

O QUE FALO EM SEGUIDA NÃO ENSINO COMO VERDADE PARA OUTROS.

Sempre abracei a ideia de que findo o milênio, a igreja já não carregará esse “status” -  igreja -  considerando que o plano de Deus se completou entre nós, mas será mantido o “status” de filhos eternos de Deus por Jesus Cristo.

2.2 Quem será o juiz?

Não se trata de assunto polêmico. A maneira como cada estudioso vê pode ser aceita com reservas inclusive a minha, obviamente o que não pode é dar uma interpretação definitiva como verdade única.

Como falei acima, terminado o milênio a igreja já não mantém esse status e, portanto, é difícil acreditar que ela esteja ao lado para julgar considerando que todos nós seremos julgados como “pessoas”; basta notar que os livros serão consultados (como se precisasse);  o livro da vida e os outros. E aqueles que não foram achados no livro da vida foram lançados no lago de fogo e esta é a segunda morte.   Ap. 20:15 que é diferente de Ap. 20:4 quando aí sim, temos a igreja julgando com o Senhor no início do milênio, e viveram e reinaram com Cristo por mil anos.

O poder de julgar estará nas mãos do Senhor. Jesus 100% Deus, julgará os homens.

2.3 Quem terá de prestar contas ao justo Juiz?

RESUMINDO AS CITAÇÕES DO AUTOR:
1 – O autor cita que a partir de Caim, todos os que cometem iniquidade sem arrependimento.

2           – Todos os que estiverem vivos naquela ocasião.

3           – Todos os “salvos” que tiveram morrido durante o Milênio.

4           -  Os anjos caídos que se rebelaram contra Deus.

5           Todos os que exerceram domínio, falsos profetas e falsos ministros, os que perverteram o direito dos pobres e etc.

(3) Todos sabemos que haverá conversão no Milênio e que estes não viveram sob a graça.
Apesar de o conhecimento de Deus encher toda a terra, muitos homens continuarão vivendo a sua vida pecaminosa enquanto outros buscarão o favor do Senhor. Zc. 8:20-23.


III –  AS BASES DO JUÍZO FINAL.

3.1 Livros serão abertos.

O que está registrado nos livros, as obras de cada um para que ninguém (segundo o autor) diga que foi julgado injustamente, não obstante, Deus não precise dar explicações a qualquer mortal, todavia, faz todas as coisas da maneira como conhecemos em nossos tribunais, exceto, defesa. Não haverá defesa.

3.2 Qual a sentença.

O lago de fogo e enxofre será a sentença para todos os que recusaram o amor da verdade para serem salvos.

O plano da “eleição e predestinação” é visto por muitos, de maneira “vesga”. A conversão à Cristo torna o homem eleito e eleito já estavam pela presciência de Deus.

Os “eleitos” não virão correndo para os caminhos do Senhor. É preciso descer aos valados e praças e ruas e traze-los por que sempre haverá lugar. Lc. 14:22.


Meu querido professor, por mais que desçamos a detalhes, sempre haverá perguntas por conta de dúvidas sobre essas questões que se não vistas de forma geral, o plano de redenção de humanidade, muitas delas, ficariam sem respostas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário