Tradução deste blog

domingo, 14 de agosto de 2011

AS CRIANÇAS ROUBARAM E AS MÃES FORAM PRESAS

TEXTO CORRIGIDO EM 15/08 ÀS 15:00 (PEÇO DESCULPAS).
Vivemos o momento mais difícil para promover a educação dos filhos. O governo tem cercado as crianças de proteção e obviamente, aprovamos a atitude do governo por conta da violência praticada contra elas. Recentemente o mesmo governo estabeleceu normas jurídicas em que torna proibido bater na criança. Bater na criança. Meus filhos são adultos, já não corro o risco de abandonar o menor incapaz para ir ao super mercado comprar algo que precise para casa, sob pena de não poder preparar o almoço e  se nesse espaço de tempo, algum imprevisto acontecer, a mãe ou o pai, poderão ser indiciados; se o filho pega escondido a chave do carro e sai com ele, causando danos a terceiros, o pai poderá ser indiciado também. Se a professora, que não pode se descontrolar, explode por conta de alguma atitude desrespeitosa do aluno e dirige alguma palavra dura, poderá ser indiciada dependendo da gravidade ou em processo administrativo, perder o cargo.
O livro de provérbios, tem um conselho interessante (Pv.23:13):  "Não retires a disciplina da criança; porque fustigando-a com a vara, nem por isso morrerá. V.14 - tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do inferno.
Meu saudoso pai, dificilmente batia porém, quando entendia ser necessário e conforme a gravidade da traquinagem, dobrava o fio de ferro elétrico ou uma vara tirada da goiabeira e aplicava uma sova. Nenhum de nós, nos tornamos inimigos do nosso pai por conta disso; um dos meus irmãos, o que mais apanhava, tornou-se uma pessoa de bem, hoje aposentado, vive tranquilamente com a família e netos. Não acreditávamos no seu sucesso como homem de bem, mas, ele venceu. As surras aplicadas nele, o impediram de apanhar da polícia ou de algum bandido. Tinha do meu pai  o exemplo de como educar os filhos, porém, não precisei usar do mesmo  remédio. Criamos quatro  filhos sem nunca ter dado um tapa no traseiro de qualquer deles.
Sabemos que nem todos são iguais e que a presença dos pais, no lar ou na escola, é fundamental na educação dos filhos, porém, é preciso que os pais sejam um modelo a ser seguido. Palavrões, bebida alcoólica, ausência de carinho, de  presença e comportamento moral duvidoso são componentes de falência na educação dos filhos. Mães que muito cedo empurram os filhos para namorar, adultizam as crianças, não ensinam a respeitar as meninas e permitem que sejam erotizados pela mídia, deixam para eles, uma péssima herança.

Temos na televisão uma mídia poderosa e o governo deveria ter mais espaço para lançar propostas educativas. Refiro-me a programas de esclarecimentos sobre a importância do valor e dever social de cada individuo em todas as áreas da vida, mostrando-lhes o prejuizo de andar na contra mão das responsabilidades sociais. Dou como exemplo a recente aplicaçao da lei que proíbe o motorista de ser desrespeitoso com o pedestre, pesando-lhe no bolso e nos pontos da CNH. Sentiremos a mudança de comportamento em pouco tempo por que há penalização. Não havendo penalidade dos infratores, estes não levarão nada a sério. 

Penalizem os pais e inocentem as crianças apenas por que são menores de idade e estaremos criando bandidos para que no futuro, morram nas mãos impiedosas dos que fazem justiça por conta própria.  
Obviamente, caberá a autoridade policial, investigar o grau de responsabilidade dos pais, em casos de abandono, uso do menor para furtos ou pedir esmolas nos semáforos e nos casos de  prostituição infantil.
Não podemos nos esquecer que Jesus as considerou como parte do Reino de Deus. Devemos lutar pela felicidade delas.




PROBLEMA DE HOLLYOOD É PEDOFILIA DIZ ATOR.

Corey Feldman, declarou em entrevista ao programa ABC's Nightline, o ator de 40 anos - que iniciou a carreira aos 3 - disse que estava "rodeado de pedófilos" aos 14 anos e que só se deu conta disso quando ficou mais velho. Feldman acusa essas pessoas - que abusaram dele e do ator Corey Haim, morto aos 38 anos. (Parte do texto,  fonte:  Bol notícias 12/08/2011).

Estamos surpresos? Não, não  estamos nem um pouco surpresos. Não se trata apenas de Wollywood mas de toda organização que visa lançar crianças e adolescentes no mundo glamuroso da moda, das artes, do  cinema ou da televisão. Isso é como um iceberg. O problema não é a instituição em si mas, os escolhidos para selecionar os futuros astros e estrelas.

Não penso que os pais desses adolescentes, desconheçam os percalços próprios dessas conquistas. A busca pela fama tem preço, porém, a grande maioria não se importa com o preço a pagar; o importante é chegar, mesmo que tenha que vender: A alma pro Diabo, a honra para uma revista
de nudez ou curvar-se ao apetite sexual de pessoas doentes.

O problema dessas violações, afetam o presente e o futuro das vítimas; no presente, a perda do amor próprio, se consentido ou o ódio, se forçado. No futuro, a frustração e o ressentimento com algumas agravantes;  tornar-se um  pedófilo convicto e se entregar a depravação de forma definitiva ou amargar  na alma, a lembrança que não se apaga com o tempo,  impedindo-os de serem plenamente felizes.

Que falta faz, uma educação cristã, sem extremismos, sem preconceitos mas, com a segurança que só a palavra de Deus pode proporcionar. A falta de honestidade no mundo político, impede os investimentos na verdadeira arte, nas ciências e na cultura para super valorizar o tamanho da buzanfa e projeta-la como o maior patrimonio que uma pessoa possa ter e dá nisso que assistimos envergonhados, pela tv. 




quarta-feira, 10 de agosto de 2011

ATEISMO SUBSTITUI RELIGIÕES - PESQUISA VERDADEIRA? (corrigido 26/8/2011)

O que você acha dos trabalhos de pesquisa?
Sempre ouço na televisão, principalmente em períodos de eleição, que, levantamentos indicam esta ou aquela situação. Em toda minha vida, nunca tive a oportunidade nem soube de alguém próximo que tenha respondido a uma ou outra pesquisa. No tocante a pesquisa abaixo que indica crescimento do ateísmo contra uma  quase total baixa nas religiões, precisamos compreender que descrença e ateísmo são duas coisas diferentes;  enquanto os ateus declaram a inexistência de Deus, os descrentes, reconhecem, todavia, deixam de acreditar apoiando-se em duas grandes vertentes:
1) CRESCIMENTO ECONÔMICO  E PRODUÇÃO DE RIQUEZAS - No conforto, as pessoas tendem a abandonar os cultos. A vida social, não permite sobra de tempo para tal dedicação e isto é bíblico, "...afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção acostumada; para que, porventura, de farto te não negue e diga: Quem é o Senhor? Ou que, empobrecendo, venha a furtar e lance mão do nome do de Deus" Pv. 30:7-9.
2) REFLUXO DOS MOVIMENTOS NEO-PENTECOSTAIS. A maioria das pessoas que buscam socorro no imediatismo dos "grandes" pregadores notadamente os que fazem uso da televisão, com raras e honrosas excessões,  voltarão a vida anterior por pura frustração e chamo isto de refluxo da pregação, assemelha-se a maré alta que invade o continente e quando volta, deixa atrás de si, um forte sentimento de culpa e descrença. Ao escrever sua carta aos Gálatas, Paulo questionou a igreja que passava por momentos difíceis, exclamando: "Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora na carne? Gl. 3:3.
A resposta para manutenção da fé, estará sempre na forma como Cristo é anunciado.

Não acredito que o autor da pesquisa esteja vendo além desta dispensação porém, posso garantir que ele estaria certo se pudesse ver o que nós vemos através da Palavra de Deus. Após o arrebatamento, o Anticristo certamente convencerá os povos a abandonarem as diversas religiões, na tentativa de atingir a  igreja que já estará com Cristo na glória. Nesse sentido, parabéns a pesquisa; só assim, estará totalmente correta.

 

ABAIXO, REPRODUÇÃO DO TEXTO SOBRE A MATÉRIA, DISPONIBILIZADA NAS PÁGINAS UOL EM 10/08/2011.

estranho!

Estudo diz que ateísmo vai tomar lugar das religiões


  •  F. DE SÃO PAULO
Carolas, tremei.
Um estudo que será publicado neste mês aponta que, quanto mais desenvolvido o país, maior o número de ateus.
Para o autor Nigel Barber, portanto, chegará o dia em que quase todo o mundo vai se declarar sem religião.
A mudança já estaria ocorrendo. A pesquisa, feita em 137 países, mostra que nas economias mais desenvolvidas o número de descrentes é crescente.
Na Suécia, por exemplo, o índice chega a 64% da população, seguida por Dinamarca (48%), França (44%) e Alemanha (42%).
Na outra ponta, países da África sub-saariana têm menos de 1% de ateus.
O autor aponta razões mercadológicas para a baixa das religiões.
Segundo ele, as pessoas procuram as igrejas para se salvar de dificuldades e incertezas da vida.
Hoje profissionais como psicólogos e psiquiatras podem perfeitamente suprir essa lacuna.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

EU SOU PROFETA DE DEUS.

"Eu sou profeta de Deus".
Esta expressão, está muito em voga atualmente. Qual o significado? Dar autenticidade ao que se fala? E se eu não usar esta expressão? Minha pregação terá menos crédito? Como posso compreender isto a luz da Bíblia Sagrada?

São estas e outras perguntas que quando analisadas a luz da Palavra de Deus, não produzem eco. Quando os judeus foram investigar Jesus sobre seus ensinamentos, voltaram para os principais dos sacerdotes com a seguinte informação: "Nunca homem algum, falou assim como este homem" Jo.7:46. Viram em Jesus, autoridade e poder;  reconheceram que Jesus era um grande profeta: "Um grande profeta se levantou entre nós" Lc. 7:16.

Em função do chamado sincretismo religioso, existe uma aura mística em que, apagando ou acendendo uma luz, dizendo que está vendo um homem de branco, sou profeta entre vocês, assim diz Jeová  e outros chavões, eleva o nível de sentimentalismo e temor ambiental, que faz com que o adorador, responda com rapidez os apelos do pregador ou do "pseudo profeta", tornando-o capaz de esvaziar o bolso por que saindo dali, acredita que Deus providenciará uma quantidade de dinheiro bem maior que a deixada no culto. Em casos isolados, Deus pode fazer muito mais que isto.

Obviamente, já participei de muitos cultos pentecostais e quantas vezes, de diferentes formas e pessoas, no mesmo culto, alguém me dizia: "Pastor, Deus falou comigo". Para mim que estou entre eles e Deus como pregador, ouvindo os diferentes entendimentos, saio com a certeza que alguns ali, se equivocaram. Deus não é Deus de confusão e quando fala, sua palavra tem endereço certo e cumprimento real.

Quando me detenho em pregar a palavra de Deus, ela por si, se garante, não volta vazia, Isaias 55:11 "Assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei".

Finalmente, a única maneira de fortalecer os discípulos de Cristo, é ser fiel naquilo para o qual fomos recomendados; falar a palavra com pureza e sinceridade. Se precisamos de alguma coisa, que nos mantenhamos autênticos pois o povo de Deus tem um coração largo e sabe compreender as nossas necessidades. Fato semelhante, é quando o pregador, estando em dificuldades financeiras, fica choramingando na frente do povo; sendo esta, a pior demonstração de fraqueza. Basta ser um servo fiel e Deus certamente o cobrirá de bens.

domingo, 7 de agosto de 2011

DR. MORRIS CERULLO DE ONTEM E DE HOJE.

Conversando com um jovem filho de pastor, perguntei-lhe se costumava visitar os blogs e ele me respondeu lacônicamente que não,  pois não dava para estar acompanhando certos comentários, na verdade, brigas. Como usuário de blog, prestei muita atenção nesse comentário e em decorrência, ainda continuo preocupado em não utilizar este meio para achincalhar quem quer que seja nem tampouco promover guerras e rejeições em nosso meio. Quando o pastor e Dr. Morris Cerullo começou a visitar nossas praças, aprendi a ama-lo, ouvindo-o no Belenzinho ou participando de seminários promovidos por sua equipe. Suas pregações eram direcionadas para promover lideranças e o ânimo dos obreiros; ele de fato, acredita naquilo que prega.  Naquele tempo, os pastores mais antigos não apreciavam o tipo de mensagem trazidas pelo Dr. Cerullo e era perceptível a rejeição. Passaram-se muitos anos e somente agora, torno a ve-lo, falando ao povo brasileiro através do programa da Associação Vitória em Cristo.
A campanha anterior e esta, promovida com o título "Medida Extra"  me fez ver e rever o vídeo por mais de uma vez. Queria entender a importância dos números 7 8 9 10 e 11 (eleven), particularmente, sempre fui avesso a qualquer associação de fatos que envolvam números exceto as muitas coincidências bíblicas, envolvendo-os,  como também queria entender como é possível, tirar textos do antigo testamento   como Joel 2:25 "Restituir-vos-ei os anos que foram consumidos pelo gafanhoto..." e outros textos que aludem exclusiva e diretamente ao povo de Israel, sobrando para nós, nesta dispensação, a alegria de saber que Deus é o mesmo e que nos momentos mais difíceis da nossa vida, ele nos socorre como socorreu o povo no mar vermelho e no deserto. Escola da Universal?  Pensei  depois,  que todas as promessas tinham endereço certo, alcançando aqueles que mais tarde, enviassem os R$ 911,00 reais porquanto o 11 é o ano da "medida extra".
Já disse em outras ocasiões, que não sou contra a quem queira contribuir para este ou aquele programa evangélico, apenas entendo que a conotação dada, compromete a interpretação de muitos textos do novo testamento; a escola de Paulo e os ensinamentos de Jesus cujas profecias, indicam tempos difíceis; de fome, de peste, de guerras e no meio desse tumulto todo, a promessa de estar conosco todos os dias, até a consumação dos séculos.
Possivelmente o povo norte americano, exaurido,  já não receba tão bem este tipo de  mensagem, pois a descrença, no governo e no sistema é  tão nítida que o governo de Barack Obama já não desfruta do glamour produzido na campanha e nos primeiros anos de governo. Outra pergunta que não considero respondida é porque os muitos profetas dos nossos dias não recebem mensagens de Deus, para tirar o povo africano da fome, notadamente dos paises imersos em guerras civis intermináveis e o sofrido povo haitiano do sufoco em que vivem.
O evangelho é isto; Tendo, porém, sustento e com que nos cobrirmos,  estejamos com isso contentes ITm 6:8.
Essa posição do apóstolo Paulo, não sugere pelo menos para mim, que não se deva lutar bravamente para conseguir uma posição privilegiada na pirâmide social.
Finalmente, Paulo adverte: Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas, por que, fazendo isto, te salvarás tanto a ti mesmo como os que te ouvem ITm 4:16.
Contribuam com o programa mas, não associem a sua contribuição com qualquer promessa de riqueza. O Senhor, não negará bem algum, aos que andam na retidão; Sl.84:11

terça-feira, 2 de agosto de 2011

NAO ACREDITO EM DEUS.

"NÃO ACREDITO EM DEUS MAS..."
A frase saiu suavemente da boca do cantor baiano, Caetano Veloso ao tecer elogios a atriz global, Glória Pires, no programa Domingão do Faustão; mesmo sabendo que existem pessoas declaradamente ateus e os que sabem da existência de Deus todavia, não acreditam nele, sempre nos pegam de surpresa. Só posso dizer: Que pena!!! nossos ouvidos não estão muito preparados para essas afirmações.
Vez ou outra, costumava dizer  que Deus não precisa de quem o defenda, mesmo sendo acusado de: injusto, violento e tantos outros adjetivos. Quando alguém nos agride com palavras duras, difamam ou criticam;  medidos os danos, podemos até acionar a justiça para repara-los. Com Deus, não há esse problema até porque, não tem ninguém maior que ele a quem possa recorrer. Já fiz referência sobre Nabucodonozor e outros imperadores que experimentaram a cutucada divina. O fato de alguém duvidar da sua existencia ou deixar de crer nele, não alteram a bondade, o amor e a sua justiça. Quero relembrar uma palavra de Jesus, dita aos religiosos do seu tempo com extensão a esta soberba e egocêntrica sociedade: "Se não credes que eu sou, morrereis no vosso pecado" Jo 8:24. Dias atrás, soube que os ateus do sul, estavam implantando "outdoors" exigindo respeito e reclamando direitos pelo fato de serem ateus. Não me lembro de em toda minha vida, ter cruzado com um ateu porém, se isto acontecer; vou dizer: Ooooh!!! lamento!
Jesus falou de um certo homem rico que tinha tudo e vivia regaladamente. Do outro lado da vida, nada ghost, ele levantou os olhos e clamou pedindo que Lazáro, aquele pobretão que vivia caído na sua calçada, emoldurando-a com a sua miséria, molhasse a ponta do dedo e refrescasse a sua língua, pois estava em tormentos; Lc.16:19 , provando que até no "inferno" ou "hades" se faz oração, oração tardia que teve como resposta, a impossibilidade de trânsito de um lado para outro. Eternidade é eternidade.
Que diferença faz, o homem dizer que não acredita em Deus ou que é ateu? A bíblia diz que Jesus veio a este mundo para salvar os pecadores. Enquanto estamos por aqui, a oportunidade está aberta;  todos podem se aproximar e buscar o perdão como fez aquele malfeitor crucificado ao lado do Senhor: "Senhor lembra-te de mim quando entrares no teu reino a que Jesus prontamente respondeu: "Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso Lc.23:43.