Tradução deste blog

sábado, 22 de outubro de 2011

EBD LIÇÃO 5 CPAD - A CONSPIRAÇÃO DOS INIMIGOS

PONTOS A ESTUDAR:
1 – A FALSIDADE DOS ADVERSÁRIOS
2 – SUBORNO E FALSA PROFECIA
3 – A CONCLUSÃO DA OBRA.

1 . A FALSIDADE DOS ADVERSÁRIOS.
1.1        – Os muros foram levantados.
Neemias tinha levantado os muros, declarando que nele não havia brecha alguma. Sempre associamos a brecha, a ordem doutrinária da nossa Igreja. Ele ainda não tinha posto as portas o que para nós, pode significar que a Igreja não deve ser hermética, o próprio Senhor Jesus, disse: “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á e entrará e sairá e achará pastagens” Jo 10:9  ENTRAR E SAIR – liberdade só controlada pelo amor a Palavra do Senhor.

1.2        – A resposta sábia e firme de Neemias.
O comentador considera 3 pontos sustentados por Neemias que dispensa estender comentário. a)   Não perder o foco b) Manter firme a palavra falada e c) Não perder tempo.
     Para manter firme a palavra, o líder; Pastor, Professor da 
     EBD ou que exerça qualquer outra função na Casa de Deus,
     Precisa estar consciente e ter absoluta certeza de que não
     está equivocado como Neemias não estava.


2. SUBORNO E FALSA PROFECIA.
2.1 Profeta a serviço do inimigo.
Balaão (Nm. 23/24) e Semaias, parecem ter algo em comum, felizmente, Neemias era um homem de visão além de saber o que era ou não permitido em relação ao templo do Senhor, diferente de Uzias que deixou a soberba elevar seu coração 2Cr 26:16.
Há muitos crentes que cometem abusos na Casa do Senhor por acharem que o templo não tem qualquer importância no tocante a responsabilidades do culto a Deus, brincam, mascam chicletes e em alguns lugares, se comportam de maneira totalmente irreverente.
E.T. – Muitos obreiros se descuidam e acabam permitindo que pessoas declarando-se revestidas do poder de Deus, estabelecem um governo paralelo na Igreja, causando prejuízos a obra do Senhor.

2.2 Nobres ao lado dos adversários.
Não temos qualquer contrapé em relação aqueles que se consideram nobres na casa do Senhor por conta da sua ascensão social, mas, é uma erva daninha quando os tais, por conta de polpudos dízimos querem dominar o Pastor ou semelhante aos exagerados profetas, exercer um poder paralelo na Casa do Senhor.
2.3 Os falsos profetas de hoje.
São aqueles ou aquelas que buscam espaço na Igreja usando falsamento o nome do Senhor. Considero que há dois tipos de “profetas” na Igreja, na verdade, pessoas que se utilizam do dom de profecia a) Os que falam, sobrecarregados de emoção, sem segundas intenções, merecem o nosso respeito e cuidados pastorais para que não se percam e b) Os que falam mentirosamente para roubar os corações.

3.   A CONCLUSÃO DA OBRA
3.1        Termina a construção do muro.
Nada melhor que começar uma obra e acabar, em todos os sentidos da vida. Há pessoas que nunca concluem o que começam, Deus nos ajude a sempre fazer a obra completa. É bom considerar o fato de nunca alardear diante da Igreja, o que fará ou deixará de fazer. O que tiver nas mãos para fazer, façamos com amor.
3.2        Os inimigos temeram.
Quando eles percebem que o obreiro não está para brincadeiras, mantem-se a distancia respeitam; e a igreja louva a Deus por conta das atitudes sensatas do seu pastor.
3.3        Não desista.
O autor nos exorta a não desistirmos. Devemos resistir a toda provocação, venha de onde vier, no silêncio, na oração, mas, em atitudes firmes para que o nome do Senhor seja glorifica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário