Tradução deste blog

domingo, 21 de novembro de 2010

II - O SOL NÃO É PARA TODOS.

QUANTO MAIS PERTO MELHOR.
(De Jesus). Ml. 4:2 Mas para vós que temeis o meu nome nascerá o sol da justiça e salvação trará debaixo das suas asas).
Antes de iniciar esta segunda parte, informo que ouvi de um comunicador da Globo que várias crianças encontraram no suicídio uma saida, tendo sido vítimas do Bullying (termo em inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica),
Sei que os leitores estão interessados que eu me posicione com respeito ao suicídio, principalmente quando isto ocorre no meio cristão. Essa questão em si, não dependente de posicionamento de quem quer que seja, é uma violência contra a vida o que quero é construir uma ideia acerca do assunto e mostrar que o sistema satânico tem destruído muitas vidas e verificar se de alguma forma, não estamos contribuindo para afundar os fracos, quando deveríamos lançar a bóia para salva-los do terror que os envolve, diante das dificuldades da vida.
Entre os meus clientes, encontrei um que me contou a sua estória. Disse-me ele: "Pensei que depressão fosse frescura porém quando meu filho pulou do 25 andar, em minha frente, fiquei 4 anos sem falar no assunto e pensar que não o ajudei".
Nesses 45 anos anos de vida cristã e considerando apenas minha área de atuação e convivência, ocorreram dois casos de suicídio, sendo um, muito recente. O primeiro, já faz muitos anos e pelo que soubera do assunto, esse irmão, com pouco tempo na igreja, tinha tido um caso extra conjugal; alguém deve ter-se esquecido de dizer para ele que JESUS sabe perfeitamente perdoar qualquer tipo de pecado. Na verdade, sei que o que interessa para os nossos leitores é que um crente que esteja muito perto do Senhor, não se ocupará de cometer tamanho delito contra  a vida. Concordo plenamente porém, quero dizer que nem todos os crentes tem o mesmo tamanho de fé, razão pela qual, deixa-los ao sabor das ondas é contribuir para cometer loucuras.
Rm.15:1 "Mas nós que somos fortes devemos suportar as fraquezas dos fracos e não agradar a nós mesmos".
Não dá para dissociar o homem espiritual dos dramas do homem moral, caso isso fosse possível, os remidos poderiam deixar a igreja para uma vida isolada, por não precisar mais desenvolver a sua espiritualidade e com os ensinos sistemáticos, fortalecer o homem moral, dando-lhe condições de enfrentar com coragem, qualquer situação adversa. Não é sem razão que vivemos correndo atrás dos crentes, quando percebemos prolongada ausência nos cultos da igreja.
Já tive momentos na vida de frustração e medo, diante das incertezas no futuro. Pela graça de Deus venci tudo isto, me sinto hoje amadurecido e o que contribuiu para o meu fortalecimento foi a confiança na palavra de Deus que nunca falha. E sempre que a frustração tentava me absorver por inteiro, ia buscar o reforço na oração.
O QUE TORNA UMA PESSOA FRACA.
Nem todos tem o mesmo alcance para entender a vida como realmente é. A grande maioria dos crentes, tendem a confiar na igreja, no pastor e no ministério em se tratando de pastores. Para essas pessoas, a igreja o pastor e o ministério, não podem errar jamais. Vejamos cada caso.
OS CRENTES - O irmão ficou desempregado, o aperto tomou conta da casa, foi a igreja em busca de socorro e o pastor, que tem uma vida confortável, diz-lhe: Irmão, temos aqui meia cesta básica e não podemos ajuda-lo com mais nada, o senhor entende né! Estamos construindo, estamos reformando, temos muitos gastos e bla bla bla bla bla e tome bla bla bla. Ele chega em casa, vê as crianças chorando com fome, a mulher, faz dó. Amigo; se esse irmão não se apoia em Cristo ele faz besteira e depois, vamos a sua sepultura para jogar nossos buquês de censura pelo tresloucado gesto.
PASTORES: Quantos não estão pelos cantões, passando apuros. Eles atribuem tudo a vontade de Deus porém, a família, não pensa da mesma maneira, sem poder educar os filhos, alimenta-los convenientemente. Certa feita, um me contou, que estando doente, ligara para o seu titular pedindo socorro e teve como resposta o seguinte: "Te vira aí com os crentes". Isso acontece principalmente nas regiões pobres do nordeste. O sol não é para todos e não sou suficientemente inteligente para entender essas coisas, ainda castigo meus neurónios.
A minha recomendação aos que sofrem é: Quanto mais perto de Jesus, maiores as chances de vitória. Ainda existem pastores e ministérios abençoados por Deus, que valorizam o homem e que não os empurram ladeira abaixo para ver no que vai dar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário