Tradução deste blog

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

EBD LÇ.8 MOISES - SUA LIDERANÇA E SEUS AUXILIARES


LIÇÃO 08 MOISÉS -  SUA LIDERANÇA E SEUS AUXILIARES.
EBD para dia  23/02/2014.
PONTOS A ESTUDAR:
I – O TRABALHO DO SENHOR E OS SEUS OBREIROS.
II – OS AUXILIARES DE MOISÉS NO MINISTÉRIO.
III – QUALIDADES DE MOISÉS COMO LÍDER.

Em tempo:  Autoconhecimento e autocrítica são sensores da nossa personalidade e do nosso caráter, elementos importantes na avaliação de quem lidera. Não deixemos de lado, pois, isso aumenta a oportunidade de outros nos criticarem.

I – O TRABALHO DO SENHOR E OS SEUS OBREIROS.
1.1        Despenseiros e não donos.
Este tópico incita discussão sobre o assunto que é vasto; exige cuidados do professor em manter o controle da classe; vejamos:

-Perceba-se que o monopólio de Moisés era carregado de boas intenções; boas intenções só atrapalham a obra do Senhor.

-Pensar que é dono da obra, dono da classe da EBD, dono do círculo de oração, do coro da igreja, dos instrumentos e por aí vai.

- Por vezes, o líder é liberal e divide as responsabilidades, mas, os problemas estão nas bases. O líder não pode transferir responsabilidades e virar as costas.

- Descuidar-se de acompanhar os liderados permitir a criação das chamadas panelinhas.

1.2        Falta de percepção do líder.
-Cobrir a falta de percepção comum a quem lidera é trabalho de  companheiros fiéis e bem intencionados, ajudam e muito nessa hora.

-É possível encontrar resistência no líder para promover mudanças nas suas decisões.

-Ruim, quando a falta de percepção do líder se torna perceptível a toda a congregação, por conta das decisões precipitadas.

-Um ato comum para mostrar a falta de percepção é o líder se deixar levar por um recém chegado na igreja e apoia-lo em prejuízo dos que ao seu lado, militam por muito mais tempo.

1.3        O líder necessita de ajudantes.
-O desgaste por excesso de trabalho destrói o líder.

-Ao escolher ajudantes, o líder não deve sobrecarrega-los de tarefas. É preciso lembrar que a família deles sofrerá e terá problemas de relacionamento no lar.

-Há casos de líderes e auxiliares cujas famílias, principalmente esposa, sofrem calados e as consequências virão com o tempo.


II – OS AUXILIARES DE MOISÉS NO MINISTÉRIO.
2.1 Deus levanta auxiliares.
-Ninguém pense que pelo fato do líder e seu auxiliar terem sido escolhidos por Deus, não venham a ter problemas. Exemplo disso está com Paulo e Barnabé por conta de João Marcos.  Atos 15:38.

2.2 Os auxiliares de Moisés.
Entre os auxiliares de Moisés, os olhos de Deus estavam sobre Josué; as razões? Basta acompanhar a vida de Josué ao lado de Moisés.

-Há muitos que querem ser vistos por Deus, todavia, tropeçam em um momento de infidelidade contra o seu líder. Mais tarde, as reclamações.

-“Não toqueis nos meus ungidos” é preciso ver com cautela. Um povo sofrido e auxiliares sofridos são provocados para fazer oposição ao líder.


III – QUALIDADES DE MOISÉS COMO LÍDER.
3.1 Mansidão e humildade.
T1 – SANGUINEO – Cordial e receptivo por natureza, impulsivo, egocêntrico.
T2 – COLÉRICO – Decidido, teimoso, autossuficientes, intolerante, vaidoso.
T3 – MELANCÓLICO – Habilidoso, perfeccionista, idealista, crítico e vingativo, inflexível.
T4 – FLEUMÁTICO – Calmo, eficiente, conservador, indiferente.

Os quatro tipos de temperamento e algumas qualidades, boas e más.

É um jogo de gato e rato entre as boas e as más qualidades. Ao indicar um colaborador, não dá para achar que o conhece bem. Só o tempo tem a resposta na medida certa.

A MAIOR VIRTUDE DE UM LIDER É CONHECER-SE E ADMINISTRAR-SE PARA O BEM DOS LIDERADOS E PRINCIPALMENTE DA OBRA DO SENHOR.

3.2 Piedoso e obediente.
Conheço muitos líderes que não sabem exercitar a piedade; e a obediência, somente quando os interesses fluem favoravelmente.

Vida equilibrada qualquer que seja o temperamento alivia muitas críticas.


3.3 Fiel.
A fidelidade não deve ser resultado dos benefícios recebidos no ministério e sim, parte da natureza e do caráter, moldados pela Palavra de Deus.

Quantos colaboradores são rejeitados por conta de pendências e negócios mal resolvidos no seio da igreja?

Assunto para se pensar por longo tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário