Tradução deste blog

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO, EBD Lç.1 01/01/2017

AS OBRAS DA CARNE E O FRUTO DO ESPÍRITO.
EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO 01 – 01/01/2017.
PONTOS A ESTUDAR:
I – ANDAR NA CARNE X ANDAR NO ESPÍRITO.
II – OBRAS DA CARNE, UM CONVITE AO PECADO.
III – FRUTO DO ESPIRITO, UM CHAMADO PARA SANTIDADE.

Do céu vem o nosso socorro. A chave é uma vida de obediência.


Primeira lição do ano 2017 – Parabéns aos dedicados professores.
Volto a informar que o subsidio que ofereço, não pretende ser um acréscimo com base em conceitos teológicos ou pesquisas em quaisquer outras áreas, mas como professor de EBD desde 1966, sempre notei a riqueza de textos nos comentários e a dificuldade de compreensão de muitos e assim, escrevo conforme interpreto a lição da CPAD e ensinaria os meus alunos.

I – ANDAR NA CARNE X ANDAR NO ESPÍRITO.

1.1       O que é a carne?

Recomendo a leitura do tópico da lição, em classe. Leitura não demorada, pois os alunos já tendo lido em casa, espera o entendimento do professor.

Costumo definir a carne como sendo o agente ativo, objeto do pecado. Os pensamentos que decorre do conhecimento pela linguagem do mal traduzido por desejos,  faz com que a carne, como matéria estremeça diante das vontades e conduza a alma a praticar o intento: Comer, beber, usar os braços e mãos para a prática dos atos de vingança e outras partes para atender os desejos da sexualidade.

Onde tem corpo tem pecado.

Rm. 6:6 - "Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado."

O remido tem o controle da natureza humana ou carne enquanto a mente estiver cativa à Cristo.


IICo.10:5  Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo.”.

1.2       O que é o espírito?

O espírito, parte imaterial insuflada por Deus para que o homem tivesse vida, nada seria só, sem a alma que é a partícula vital da criatura humana, que está no sangue e é o sangue

Lv. 17:11 “Porque a vida da carne está no sangue; pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que fará expiação pela alma.”.

Assim, defino alma e espírito como sendo a personalidade, o “eu”, o agente passivo do pecado, ou seja; sofre a ação do pecado sendo ainda o canal de comunicação com o mundo exterior. Recebe informações, filtra e faz a sua leitura aceitando ou rejeitando a voz de comando que será dada ao corpo.

1.3 Andar na carne x andar no espírito.

Andar na carne; quando o homem resiste em obedecer as recomendações bíblicas para uma vida de obediência a Deus. Claro está que a carne sempre pende para o mal, para os desejos ocultos.

Andar no Espírito como falamos no bloco anterior. Veja como acontece o controle da natureza humana.

O homem ouve a pregação do Evangelho; crê e abre o coração para Cristo (novo nascimento) que lhe dá como promessa, o Espírito Santo. O Espírito Santo na vida do homem,  o faz lembrar de todos os conselhos de Deus e na obediência, o pleno controle a que chamamos de “santidade”.

                                         
II –  OBRAS DA CARNE, UM CONVITE AO PECADO.

2.1 A cobiça.

Dentro do texto do autor, separo esta frase: “Homem algum tem o poder de controlar ou transformar a natureza de outra pessoa, somente Deus tem esse poder”.

Algumas questões  esbarram sempre no conceito do livre arbítrio e neste caso, Deus não fará coisa alguma se o homem não der o primeiro passo em sua direção com um coração quebrantado e disposto a obedecer seus conselhos.


II Co.10:2-6 - Rogo-vos, pois, que, quando estiver presente, não me veja obrigado a usar com confiança da ousadia que espero ter com alguns, que nos julgam, como se andássemos segundo a carne.

3 - Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne.

4 - Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas;

5 - Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;

6 - E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência.

A cobiça é o antidoto do mal. Sentimento ruim que se instala no homem alimentando seus desejos até escraviza-lo de forma quase ilimitada.

Há casos em que a cobiça causa tanto dano que se faz necessário tratamento psicológico para “descompulsão”;  os divãs que o digam.

A MELHOR RECEITA?!

João 8:36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.


2.2 A oposição da carne.

Falar em oposição da carne é importante lembrar que esse domínio varia de homem para homem dependendo de uma série de fatores que vai da educação recebida no lar aos princípios naturais de ética. Há pessoas que não sendo crente, não se permite andar de forma desenfreada. Esse tipo de pessoa quando se converte, via de regra tenta subverter os demais que não trazem essa marca e depende 100%  do poder da Palavra do Senhor em sua vida. Admito como a ovelha que precisa andar sempre, nos ombros do pastor, quer gostem ou não.

                     
III –  FRUTO DO ESPÍRITO, UM CHAMADO PARA SANTIDADE.

3.1 O que é o fruto do Espírito.

Parece fazer mais sentido quando lemos:  “O fruto do Espírito” e não “o fruto do espírito”.

Fica claro que por mais honrados e bondosos que sejamos, a nossa dependência do Espírito de Deus é total. Ele nos leva para além das realizações pessoais. Damos como exemplo disso, a capacidade de José se controlar na casa de Potifar e no palácio, no encontro com seus irmãos.  Gn.39:2 e Gn. 45:15.


3.2 Os frutos provam a nossa verdade.

Esse ponto é muito interessante. Há religiões que valorizam as benemerências praticadas pelos seus seguidores.

No tocante a vida cristã, quando temos alguma qualidade pessoal, o Espírito de Deus torna isso mais brilhante ainda. Temos esse exemplo em Daniel que estando com total liberdade no palácio de Nabucodonozor, tomou decisão; a fé falou mais alto e preservou o que podemos chamar de “fruto do Espírito” ou seja nossas atitudes ou ações praticadas em Deus pelo seu Espírito.

Nisto, o homem não atingiu o estado de perfeição para a prática do bem. Precisamos da ajuda do Senhor e desejar viver em obediência.


3.3  A santidade que o Espírito Santo gera em nós.

Importante refletir sobre o texto da lição e como o autor considera esse processo.

a)     Posicional.  b)  Progressivo e c) Final.


Cada passo da nossa vida deve estar inteiramente apoiado,  na graça do Senhor revelada pelo seu Espírito e obviamente, pela leitura sintomática da palavra do Senhor.

Há duas maneiras de ler a Bíblia e dela extrair o máximo que pudermos para crescimento:

Leitura devocional que chamo de “deleitosa”

Leitura investigativa – Muito valiosa,  pois é a que nos leva a conhecer cada assunto por sua ordem e tema.

Quanto mais oramos, examinamos as escrituras e nos dedicamos aos afazeres espirituai, mais força combinada teremos para uma vida de santidade.

Força combinada é a soma do nosso desejo em servir a Deus e a ação do Espírito de Deus em nossa vida.


Desejo a todos os queridos irmãos, um ano abençoado e valorize sua posição de professor de Escola Bíblica Dominical, pois sabemos da sua importância  na vida dos membros da igreja.

Ame sua classe, dedique-se e lembre-se o que aumenta em número de alunos, será a sua atenção e simpatia com o povo; como se você fosse o pastor da classe.





Nenhum comentário:

Postar um comentário