Tradução deste blog

domingo, 16 de agosto de 2015

EBD 8 - APROVADOS POR DEUS EM CRISTO JESUS

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 23/08/2015.
PONTOS A ESTUDAR:
I –  OBREIROS APROVADOS POR DEUS.
II – DOIS TIPOS DE VASOS.
III – REJEITANDO AS DISSENSÕES E QUESTÕES LOUCAS
  


 I – OBREIROS APROVADOS POR DEUS.

1.1       Pregam e ensinam sem engano.

Só prega ou ensina com sinceridade quem não tem medo de perder o lugar, da concorrência e da busca à popularidade.

Quem não tem interesses escusos, procurar ser fiel naquilo para o qual foi chamado.

Assim foi Paulo e assim é todos os que têm consciência da responsabilidade em responder a Deus por tudo o que fizer.

Tem gente no nosso meio que é inescrupulosa nesse sentido.


1.2       Pregam com pureza.

Pregar com pureza significa entre outras coisas, pregar com um coração reto.

Significa ainda, não permitir que as pessoas fiquem em torno de si mesmos.

Há muitas igrejas nossas cujos crentes ficaram viciados no homem; os conflitos mostram isso quando se faz troca de pastor em muitas delas.



1.3       Não buscam a glória de homens.

A prática da pregação está muito ligada ao comportamento. Significa que quando não mostram por palavras, mostram por atitudes tais como:
Bajular – já vi pessoas de notoriedade com visível bajulação para manter o ibope.

Interessante que basta olhar para os apóstolos para perceber o quão distante estava dos holofotes e próximo de quem precisava de socorro.

O verdadeiro homem de Deus coloca-se sempre atrás do seu mestre; exalta-o, glorifica-o e evita tudo o que venha macular o seu caráter.

Quem tem coragem de manter uma boa atitude quando o dinheiro está sempre na frente?
.

II -  DOIS TIPOS DE VASOS.

2.1 Vasos de honra.

Esse tópico é muito interessante convém ler repartindo com seus alunos o pensamento do autor.

O crescimento fabuloso das igrejas e o surgimento de outras que não estão muito preocupadas com a questão de moral e ética; isto é lamentável.

Mas logicamente a lição fala de pastor, de obreiro aprovado e se este não for cuidadoso, tudo no seu entorno estará comprometido.


2.2 Vaso de desonra.

Sobre os vasos de desonra, nem precisamos falar muito, sabemos como agem de maneira fria e calculada.

Uma pergunta pode ser feita por qualquer aluno: A igreja não tem como deter isto, tendo mais cuidado nas escolhas de candidatos ao ministério?

Temos dois grandes problemas nesta questão.

1 – Quem faz a indicação nem sempre é o pastor líder que acaba convencido por um ou outro companheiro que faz a indicação por interesse ou amizade com troco.

2           –  A segunda questão tão ruim quanto à primeira tem sido a indicação que muitos fazem com vistas garantir eleição em assembleias das igrejas ou instituições assemelhadas.


Não podemos ignorar que há muitas igrejas e isto é comum entre elas quando o evangelho da bíblia é apenas um pretexto para que seus objetivos financeiros sejam alcaçados.

III – REJEITANDO AS DISSESSÕES E QUESTÕES LOUCAS.

3.1 Rejeitando questões loucas.

Ao tomar contato com a rede social, pude perceber quanta invencionice existe pelos arraiais que precisam ser detidos para não causar maiores danos ao rebanho do Senhor. Não dá para descuidar um só momento.

O pessoal que gosta de criar questões loucas, “adoram” escolas dominicais, pois, o pastor não pode estar em todas as classes ao mesmo tempo e acontecem até mesmo, entre os professores, aqueles que gostam de apresentar novidades.

Não basta escolher professor por que é estudado, tem boa aparência e é bem falante. Precisa gozar da confiança da igreja.

3.2  Não entrando em contenda.

A Bíblia realmente nos ensina que não devemos entrar em contendas. Foi o que procurei fazer durante toda a minha vida em meu ministério e só ganhei enquanto mantive a serenidade, todavia, isto não implica em atitude passiva a todo o momento.

É bom lembrar que quando o obreiro se mete em muitas discussões acaba sendo reprovado pela igreja que não o vê como uma pessoa controlada.

Tudo isto que a lição propõe, vale para os professores de escolas dominicais, pois, exercem um trabalho pastoral com um grupo que lhes foi confiado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário