Tradução deste blog

sábado, 11 de julho de 2015

EBD LÇ 3. ORAÇÃO E RECOMENDAÇÃO ÀS MULHERES CRISTÃS.

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 19/07/2015
PONTOS A ESTUDAR:
I – ORAÇÃO POR TODOS OS HOMENS.
II – A SALVAÇÃO DE TODOS.
III – A MANEIRA DE SE VESTIR DAS MULHERES.
IV – A CONDUTA DAS MULHERES NA IGREJA.


     SUBA A MINHA ORAÇÃO COMO INCENSO - SALMOS  141:2



I – ORAÇÃO POR TODOS OS HOMENS.

1.1       Deprecações.

Independente das questões etimológicas, o Espírito de Deus nos impulsiona a rogar por todos os homens, não apenas pelos eleitos ou quem se sinta na “lista dos preferenciais”. Se esta afirmação é verdadeira e sempre dou espaço ao contraditório no facebook, isto mostra que Deus mantém o interesse por todos independendo do tamanho de cada um.

 1.2 Orações.

Não há tema tão interessante quanto o que trata da oração considerando que a oração revela a dimensão da nossa relação com Deus pela intimidade.
Oração de joelhos, nos montes, no quarto, onde e como orar de forma eficaz? Para quem pedir; a Deus, a Jesus ou ao Espírito Santo? Orar em voz alta, silenciosamente, no espírito?

Percebam que há muitas perguntas e para todas elas a Bíblia tem respostas claras. Logicamente que as diferenças só existem nas cabeças e corações humanos pela maneira de compreender ou pela ansiedade em receber o que precisa.

1 – Mesmo conhecendo tudo pela onisciência, Deus quer nos ouvir.
2 – A maneira mais eficaz e equivalente à oração, para receber algo de Deus é fazendo pelo próximo.

“Dai e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo.”.  Lc. 6:38.

1.3 Intercessões.

Temos na Bíblia muitas intercessões que nos servem de exemplo e tão especial quanto as demais, cito Daniel orando pelo retorno de Israel do cativeiro entendendo que já era hora.

O autor cita e os professores devem ler com seus alunos, Ezequiel 22:30 para mostrar o quanto é importante ter na igreja pessoas que intercedam e por quem?

1 – Pela resistência da igreja aos ataques inimigos em todas as frentes, principalmente contra as heresias.

2 – Interceder pela vida dos irmãos, pois, é melhor interceder que fazer coro a comentários improdutivos. Inclua-se como prioridade, os casamentos.

1.4 “Ações de graças”.

Lembramo-nos do saudoso pastor Valdir Nunes Bícego que associava com alguma frequência, estas quatro expressões; deprecações, orações, intercessões e ações de graças, aos quatro elementos que compunham o incenso aromático.
Ex. 30:34 toma especiarias aromáticas, estoraque, ônica,  gálbano
e incenso puro de igual peso” assim era a composição e Deus não aceitava alteração da receita sob qualquer pretexto.

Em Ex.30:9 a proibição de oferecer incenso estranho  equivale dizer dos arranjos produzidos em muitas igrejas com vistas a dar corpo e corpo estranho aos ensinamentos bíblicos, principalmente no tocante a oração; valida-la em lugares especiais como nos montes.

II A SALVAÇÃO DE TODOS.

2.1 Que todos se salvem.

Que ponto excelente e recomendável que se leia junto com os alunos, sem envolver no meio, Armínio ou Calvino. Eles escreveram suas histórias, fizeram acontecer, mas, os que vieram depois deles, esqueceram as lições da Bíblia a respeito de salvação. Convém ler atentamente e não disseminar o que não é verdade.
Deus quer que todos se salvem e que venham ao conhecimento da verdade. Estando salvos, tendo experimentado no Senhor, o novo nascimento, passamos a fazer parte do plano de Deus que nos elegeu.

Só para lembrar que a permanência em Cristo depende da absoluta obediência a sua palavra. Mesmo estando sob a eleição que é pela graça, o homem pode cair. Sugiro a leitura de Hebreus. 3:12-14.

2.2 Um árduo trabalho missionário.

Basta ler Atos para ver que o envolvimento da igreja era total; não apenas os apóstolos, que detinham o ministério pastoral sem deixar de evangelizar; a igreja crescia pela paixão dos fieis.

O dinheiro tem feito com que milhares de cristãos passassem o dever de pregar para os “grandes pregadores e suas grandes igrejas”. Como se dissessem: “(...) dou o dízimo; eles que façam a obra”.

Muitos pastores não tem tempo para evangelizar, tampouco estimulam os crentes a fazerem ou investem nessa área para que pessoas se dediquem integralmente.

2.3 A melhor recompensa.

Este ponto é um refresco para aqueles que se dedicam ao ministério e o fazem com amor. Muitos obreiros dirigem congregações e trabalham arduamente em fábricas ou escritórios para a noite, repartirem com os irmãos aquilo que pela graça e bondade de Deus recebem em seus corações.

III – A MANEIRA DE SE VESTIR DAS MULHERES.

3.1 As mulheres na Casa de Deus.

Neste ponto está o pomos da discórdia em comentários. Muitos dizem que “costume” não é doutrina, porém, temos na Bíblia, a doutrina dos costumes; basta analisar sem muito esforço e perceber que a Bíblia tem regras de conduta tanto para o homem quanto para a mulher.

Nem é por questão de machismo, mas, a mulher tem mais a cuidar que o próprio homem.
  
3.2 Traje honesto e com pudor.

É muito bom ver-se uma mulher vestida com sobriedade. Com as cores da sua idade sim, mas, com pudor.

Claro está que os homens maus, perseguem até freiras, mas, uma mulher vestida com sobriedade afasta os maus olhares.

É incrível como um bom número de mulheres “crentes” ou “evangélicas”, gostam de se vestir de maneira sedutora e ainda fazem questão de postar nas redes sociais, principalmente fotos que permitam mostrar as linhas do corpo e do bumbum e tem muitos homens que se declaram “crentes” ou “evangélicos” que ficam babão diante de certas situações.

Se o pastor não for firme nessa área, mas, com cuidado para não criar juízos de valor como foi feito no passado, gerando divisões e suspeitas dentro da igrejas, a frieza vai congelando o cérebro até não haver mais lugar para Deus.

3.3 Traje com modéstia.

Vou explicar uma coisa:

Independente das discussões em torno dos costumes,  queremos lembrar que a mulher moderna tem perdido muito diante de Deus por conta da sua vaidade pessoal, além dos limites aceitáveis como normais.

Tudo o que quisermos de Deus, dependerá exclusivamente do tamanho da renúncia que estamos dispostos a exercitar para alcançar as metas desejáveis.

Exemplos de renúncia têm nas vidas de Elias e João Batista; basta ver o poder que Elias recebeu de Deus.

Elias disse à Acabe que segundo a sua palavra, não choveria na terra de Israel nem orvalho cairia e assim aconteceu, por três anos e meio. IRs. 17:1.



IV – A CONDUTA DAS MULHERES NA IGREJA.

4.1 O silêncio no culto.

O comentário do autor está muito claro e bem explicado e isto não quer dizer que a mulher não deva falar, entenda-se, dar testemunho na igreja.

É muito feio falar no culto ou expor-se demasiadamente e isto vale tanto para homens quanto para mulheres.

Há homens e infelizmente até nos púlpitos que gostam de falar mesmo quando há algum companheiro pregando.

4.2 As mulheres no Novo Testamento.

Começando com Ana filha de Fanuel que a Bíblia chama de “profetisa” muitas mulheres exerceram papel importante no meio do povo e diante do Senhor, sem, todavia, receberem qualquer título, salvo as honrarias semelhantes a mulher (Maria) que ungiu o Senhor na casa de Simão e Jesus declarou que onde o evangelho fosse pregado, isto seria contado para memória dela.  Mt. 26:13.


4.3 A liderança do homem.

No Reino de Deus, homens e mulheres são exatamente iguais, todavia, na igreja, Deus encarregou os homens da tarefa de exercerem os diversos ministérios bíblicos conforme efésios 4:9-13.










Nenhum comentário:

Postar um comentário