Tradução deste blog

sexta-feira, 4 de julho de 2014

EBD LC 1 FÉ QUE SE MOSTRA PELAS OBRAS.

EBD – LIÇÃO PARA O DIA 06/07/2014
PONTOS A ESTUDAR:
I – AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS.
II – O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO.
III – ATUALIDADE DA EPÍSTOLA.


EM TEMPO: “...insuficiência da compaixão para com o próximo...” é o desenrolar do pensamento do autor acerca da epístola e é a proposta desafiadora do conceito de fé na visão de Tiago.


I – AUTORIA, LOCAL, DATA E DESTINATÁRIOS.

1.1 Autoria.

É importante conhecer aspectos históricos dos autores bíblicos e no caso de Tiago, tem um peso maior:

a) Por ser irmão do Senhor chamado de meio irmão pelo autor por ser filho de Maria que concebeu os dois e não serem filhos de José considerando a forma como Jesus foi gerado.

b) Não se nota em sua epístola qualquer menção vaidosa desse fato.

c) A menção que Paulo faz de Tiago como apóstolo;  em sua carta aos Gálatas 1:19.

1.2 Local e data.

O tempo em relação a esta e as outras epístolas são sempre estimados com maior ou menor precisão, dependendo das informações a que chamamos de “dicas”.

1.3 Destinatário.

Tudo quanto foi escrito para o nosso ensino foi escrito Rm 15.4.

Todas as cartas ou epístolas tinham endereço certo, igrejas ou pessoas amadas verdadeiros companheiros. Tanto a carta de Tiago como a epístola aos hebreus destina-se ao mesmo grupo de pessoas, todavia, pela graça e bondade de Deus, fomos por elas alcançados e nos rendemos aos preciosos ensinamentos, conhecendo a fonte de inspiração.

II – O PROPÓSITO DA EPÍSTOLA DE TIAGO.

2.1 Orientar.

Parece-nos que nem todos que se dizem cristãos, levam em conta os ensinamentos de Tiago.

A carta de Tiago é o espelho onde vemos a imagem da nossa alma para descobrir que tipo de cristão somos.

2.2 Consolar.

Considero a carta de Tiago, altamente consoladora e esclarecedora de diversos aspectos da nossa vida social, profissional, financeira e equilibra a nossa presunção sobre projetos de vida pessoal.


2.3 Fortalecer.

Recomendo a leitura deste ponto chamando a atenção dos alunos para as verdades contidas.

Essa questão social entre ricos e pobres continua sendo uma vergonha:

a) Nas cerimônias de casamento, já vi pastores espumando pelo atraso de 30 minutos da noiva e com cara de felicidade diante de mais de uma hora de atraso da filha do maior dizimista da igreja.

b) No funeral do irmão pobre.

 c) Melhor parar por aqui. Apenas para que se perceba que a igreja do Senhor não é composta de tolos e Tiago trata bem do assunto.

Recomendo a você professor que nesses pontos, segure a rédea, pois, muitos, tentam dominar o tempo tirando-o das suas mãos.
  

III – ATUALIDADE DA EPÍSTOLA.

3.1 Num tempo de superficialidade espiritual.

Nunca houve em outro tempo, tanta superficialidade de comportamento cristão. A superficialidade tem como uma das características, as frases de efeito:

a) A sua vitória chegou.

b) Deus vai fazer de você um vencedor. (já somos em Cristo).

c) Deus está te dando a chave do carro, creia.

3.2 Num tempo de confusão entre salvação pela fé e pelas obras.

Claro que não há qualquer contradição considerando que Paulo trata exclusivamente da salvação pela graça e Tiago trata do exercício da fé pelas obras.


3.3 Uma fé posta em prática.

Vivemos o tempo da valorização das coisas pessoais; tudo para mim.

A fé não deve ser posta em prática somente para atender os nossos desejos.

Tiago nos leva a refletir que fé e estômago vazio não combinam.


Muitas igrejas são apáticas por seguirem um pastor apático, um professor de EBD um diácono ou presbítero apático.

Sejamos vigorosos e animados na obra que Deus nos confiou.

3 comentários:

  1. 2 Tm 3.16,17: “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra”. Comecei meu comentário com este verso, porque fico zangado quando encontro pessoas que se dizem ser pastores e só pregam asneiras, esquecendo que toda a escritura é a Palavra. gosto de Tiago e da sua escrita, no meu ministério creio que não ouve livro de que não falasse, e Tiago era meu preferido.Irmão Genivaldo reparei que também lhe ferve o sangue ao contemplar o errado. (Essa questão social entre ricos e pobres continua sendo uma vergonha:) Aqui é a mesma coisa, fui colocado fora do ministério por essa causa, detesto colocar o pobre de fora afim de dar o lugar ao rico. Meu amigo que O Espírito Santo encha sempre sua vida e na sua humildade seja usado por Deus para Sua glória.Abraço. Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir
  2. Carmo amigo António Bataglia.
    Conte com a minha solidariedade e respeito. Suas palavras encantam.

    ResponderExcluir