Tradução deste blog

domingo, 28 de julho de 2013

EBD LC5 - AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO.

LIÇÃO 05 AS VIRTUDES DOS SALVOS EM CRISTO.
EBD para 04/08/2013. Subsídio.
PONTOS A ESTUDAR:
I – A DINÂMICA DA SALVAÇÃO.
II – OPERANDO A SALVAÇÃO COM TEMOR E TREMOR.
III – A SALVAÇÃO OPERA O CONTENTAMENTO E A ALEGRIA.
  
Em tempo: Que lição maravilhosa está a nossa disposição neste Domingo. Permita o Senhor que ela se materialize em cada coração, levando-nos ao aperfeiçoamento da vida  coletiva.
  
I – A DINÂMICA DA SALVAÇÃO.
1.1        O caráter dinâmico da salvação.
No tocante a salvação, experimentamos longas discussões sobre a doutrina da eleição e predestinação.  Essas duas doutrinas são bíblicas não se pode rejeita-las ou forçar interpretação sobre as mesmas. Eleição e predestinação são bíblicas e devem ser vistas de cima pra baixo, de Deus para os homens, queremos dizer com isso que na ótica divina, ele (DEUS) sabe quem são os salvos, os eleitos ou os predestinados.
O autor trata da salvação sob três aspectos:
a – Obra suficiente na cruz e podemos acrescentar, eficiente.
b -  Caráter progressivo da salvação (derruba o conceito de: Uma vez salvo, salvo para sempre).
c – Plenitude da salvação.
Mostra que diante disso, a salvação segue um compasso de crescimento até a sua consolidação pela morte ou pelo arrebatamento.

1.2        Deus é a fonte da vida,
a -  A salvação não é produzida de maneira individual e isolada.
b – Sem a ação do Espírito de Deus, não há salvação, pois ele é quem opera arrependimento e novo nascimento.
c – O Espírito de Deus opera no homem a vida eterna e a permanência no plano da salvação.

1.3        A bondade divina.
O autor afasta a ideia do caráter seletivo para a salvação e isso é ótimo. Caso contrário,  diríamos que Deus é injusto com os homens. Deus  quer que todos se salve e que venham ao conhecimento da verdade, ITm. 2:4.
  
II – OPERANDO A SALVAÇÃO COM TEMOR E TREMOR.
2.1 Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas.
Os filipenses na verdade, não precisavam deste ensino, porém, isso tinha caráter preventivo. O ruim é quando ensinamos estas coisas e o irmão se aborrece, tomando para si o que foi dado como exortação geral. Já vi acontecer isto!
As murmurações e as contendas são ótimas para estragar um ambiente e perturbar a ordem do culto.
Murmurar e contender são próprios de pessoas que não conhecem a Deus nem a sua palavra, pessoas que buscam o próprio proveito dentro da igreja. Voltemos à leitura de Fl. 2:5.

2.2 Sejais irrepreensíveis e sinceros.
Desde pequeno constrói-se a própria identidade que nos torna conhecidos ao longo da vida. A sinceridade e a irrepreensibilidade são facetas do caráter do homem, mesmo sem Deus, com Deus, isto pode ter sido agregado à natureza pelo novo nascimento ou aperfeiçoado o que de bom, já havia no interior.

2.3 Retendo a palavra da vida.
A palavra da vida é o conjunto de ensinamentos pregados pelo Senhor e transformados em doutrina pelos santos apóstolos.
A morte expiatória, o perdão dos pecados e o conhecimento da vida eterna.

III – A SALVAÇÃO OPERA O CONTENTAMENTO E A ALEGRIA.
3.1 O contentamento da salvação operada.
Assim como o apóstolo Paulo, devemos fortalecer a nossa fé, contribuindo para o bem estar dos irmãos; fazer isto sem qualquer esforço e que o esforço seja a busca do aperfeiçoamento do voluntariado. Fazer por amor e isto, não precisa esperar o pastor mandar. A ordem de servir é uma ordem bíblica.

3.2 A alegria do povo de Deus.
Não há povo mais feliz que o povo de Deus; sorridentes, amorosos, respeitadores, contributivos, afeiçoados a prática do bem, sendo verdadeiros discípulos de Jesus.
Fazendo isto, qualquer igreja se torna um ambiente saudável par acolher novos convertidos.
Façamos isto mesmo.
Que os pastores sejam os primeiros a experimentar esse contágio e a influenciar sua igreja na prática do bem.




Um comentário:

  1. pela graça de Deus estou lecionando em classe de EBD e o seu comentário foi muito util ,bem resumido e bastante explicativo; muito obrigado e a Paz do senhor.

    ResponderExcluir