Tradução deste blog

quinta-feira, 23 de maio de 2013

EBD 08 - EDUCAÇÃO CRISTÃ E RESPONSABILIDADE DOS PAI.


LIÇÃO 08 EDUCAÇÃO CRISTÃ RESPONSABILIDADE DOS PAIS. 19.05.2013. Subsídio.
PONTOS A ESTUDAR:
I – EDUCAÇÃO, A MISSÃO PRIORITÁRIA.
II – A EDUCAÇÃO NO ANTIGO E EM O NOVO TESTAMENTO.
III – A EDUCAÇÃO CRISTÃ NA FAMÍLIA.


Em tempo:  O atual sistema econômico tem sido cruel com a família. O tempo de educar tem sido tirado por conta da luta pela sobrevivência. Não devemos ignorar essa realidade para não fazer mau juízo de muitos pais para quem, sobraram apenas os finais de semana. Oremos pelas famílias e não usemos esta lição para constranger os alunos. Sempre tive por princípio: Se não levo sustento às famílias, não tenho o direito de julga-las e a grande maioria dos crentes são omissos nas questões sociais, culpa dos líderes quando se posicionam de maneira também omissa.

I – EDUCAÇÃO, A MISSÃO PRIORITÁRIA.
1.1        O que significa educar?
Educar filhos, não pode ser baseado em uma resposta simples para este século. Os desafios são maiores e exige dos pais,  acompanhamento e boa visão da vida.
a)   Educar no sentido de ensinar o respeito a vida, a natureza e ao semelhante.
b)   Educar no sentido de preparar o filho para os desafios profissionais.
c)   Educar para a vida eterna, no conhecimento da Palavra de Deus.
Não podemos esquecer que a terra como está, não é morada eterna.

1.2        Educação cristã.
A educação cristã envolve uma série de compromissos.
a)   O ato de amar e preservar o patrimônio da igreja com tudo que lhe pertence.
b)   O ato de amar e respeitar os momentos de culto. Há os que passam o tempo mascando chicletes e usando mídia pelo celular e agora pelos tablets.
c)   O maior compromisso dos pais no tocante a educação cristã é o amor devido ao Senhor, não podemos errar nisto.
Considero que há muito por fazer, por parte dos pastores e ministérios, para tornar a igreja um atrativo para os jovens e adolescentes, no sentido em que a sua construção seja pensada em acomodar os usuários da maneira mais agradável possível e nunca esquecer as áreas destinadas ao ensino, além, obviamente dos cultos.

1.3        A educação nas escolas.
A abordagem do autor é perfeita. Muitos têm preferido relaxar a guardar e atender os apelos das escolas no sentido de envolver os filhos nas suas festividades, principalmente as destinadas à “veneração de santos”;  deixam de avaliar o ensinamento dado pelos professores, pois, muitos aproveitam o momento da aula para divulgar suas teorias relativistas e algumas imorais, acerca da vida e de Deus.

II – A EDUCAÇÃO NO ANTIGO E EM O NOVO TESTAMENTO.
2.1 No antigo testamento. (Leve em conta o comentário do autor).
O ensino secular estava contido no ensino da Palavra do Senhor.
Os pais tinham a responsabilidade de dar conhecimento aos filhos sobre os feitos de Deus.
A cultura israelense tinha como limite, os mandamentos do Senhor.
Não havia as chamadas “influências ocidentais” como vemos hoje.
A preservação da identidade era a preservação da família e da formação dos jovens.

2.2 No novo testamento.
Pelos evangelhos, conhecemos os caminhos da educação dos filhos.
A preservação dos valores aprendidos nas sinagogas.
A preservação da fé.

2.3 Na atualidade.
Não obstante o texto com que abrimos este subsídio, reconhecemos que a EBD exerce um importante papel na educação dos filhos. Em todas as igrejas e conhecemos isto de perto, temos líderes e professores que se empenham junto as crianças, adolescentes e jovens, no sentido de leva-los a valorizar a nossa cultura fundamentada na Palavra de Deus. Não fosse isto, muitos não estariam mais conosco.
  
III – A EDUCAÇÃO CRISTÃ NA FAMÍLIA.
3.1 Os filhos são herança do Senhor.
Na atualidade, negligenciar a educação dos filhos é entrega-los ao submundo. É importante que os pais se empenhem na aproximação com os filhos. Esta é a única maneira de mantê-los protegidos do presente e tenebroso século. Acompanhar seus pensamentos e não cerceá-los em tudo que queiram fazer, pois, isto não produtivo como também a excessiva liberdade não representará forma segura da criação.

3.2 O ensino da Palavra de Deus no lar.
Ensinar os filhos.
Ter o cuidado para que as coisas de Deus não sejam banalizadas por meio de críticas, murmurações e desprezo pela igreja. Há muitos que agem assim e depois, choram amargamente.

3.3 Leve seus filhos a igreja.
Não somos contra o entretenimento, todavia, dá-se mais valor a uma decisão de campeonato de futebol,  praia ou cinema que mostrar prazer em estar na Casa do Senhor.

Devemos nos amparar no comedimento, na média, pois o nosso testemunho, já é uma grande mensagem para os nossos filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário