Tradução deste blog

sexta-feira, 8 de março de 2013

EBD LC10 - HÁ UM MILAGRE EM SUA CASA


LIÇÃO 10 HÁ UM MILAGRE EM SUA CASA.
EBD 10.03.2013. Subsídio.
I – A MOTIVAÇÃO DO MILAGRE.
II – A DINÂMICA DO MILAGRE.
III – OS INSTRUMENTOS DO MILAGRE.
IV – O OBJETIVO DO MILAGRE.

Em tempo: Milagre (Miraculum, latim) trata-se de um acontecimento excepcional e inexplicável que venha a acontecer com uma pessoa. Alguns atribuem como milagres, qualquer fato excepcional e inesperado e muitos desses fatos não estão ligados a questão da fé.
Nós crentes, não vemos as coisas dessa maneira e sim, para nós tudo precisa estar em concordância com a Bíblia Sagrada. Qualquer fato excepcional, por mais simples que seja, atribuímos à providência de Deus, portanto, um milagre sempre.

I – A MOTIVAÇÃO DO MILAGRE.
1.1 A necessidade humana.
A real necessidade da vida que esteja ligado a sobrevivência ou a curas. No caso, temos a extrema pobreza de uma viúva de profeta.
a)   O marido foi muito descuidado com a família?
b)   Tudo ocorreu dentro do contexto social da época?
c)   No desespero a mulher orou a Deus pedindo uma providência?
d)   Deus houve, seja hebreia ou de Sidon e isso prova que Deus não faz acepção de pessoas?

1.2 A misericórdia divina.
O homem é que desconhece o tamanho da bondade de Deus. Neste caso, a mulher foi ao encontro de quem poderia ajuda-la, Eliseu. É preciso estar atento à causa da viúva, pois, muitos milagres, exigem a participação do homem, como orar pela causa, ir ao encontro do sedento. Há muitos que apenas oram, mas, nunca se colocam na brecha como agentes do bem.
Disse o Senhor: “Daí e ser-vos-á dado, medida cheia recalcada e transbordante...” Lc. 6:38. Um milagre em cadeia.

II – A DINÂMICA DO MILAGRE.
2.1 Um pouco de azeite.
No tocante a milagre, sabemos que nunca recebemos por ser merecedores, todavia esse, um pouco de azeite, pode ser traduzido por valores, espirituais e morais. Pode faltar mantimento, roupa, dinheiro e por vezes até mesmo a saúde, todavia, a dignidade e a fé precisam ser preservadas, lembremo-nos de Jó.

2.2 Uma fé obediente.
Em contraste com a viúva a quem foi requerida ação e ela cumpriu rigorosamente, os valores e princípios foram pelos homens mudados contra os ensinamentos da Palavra de Deus. Praticamente os milagres são vendidos hoje em dia. O homem deposita total confiança no homem, mesmo sabendo da fragilidade de quem precisa de alguma coisa. Jesus mandou entrar no quarto e orar em segredo, Mt. 6:6.
Ninguém quer pagar o preço.

III – OS INSTRUMENTOS DO MILAGRE.
3.1 O instrumento humano.
Em todos os acontecimentos bíblicos, vê-se a estreita relação entre Deus e o homem.
Interessante que até para isto, contamos com o livre arbítrio do homem em se colocar a disposição de Deus. Por pouco, Pedro deixa de ver um grande milagre na casa de Cornélio.

3.2 O instrumento divino.
Quando Jesus disse: “Sem mim, nada podeis fazer” dispensa qualquer comentário. João 15:5.
Aliás, neste mundo, nada se realiza isoladamente; precisamos uns dos outros e todos de Deus.

IV – O OBJETIVO DO MILAGRE.
4.1 Uma resposta ao sofrimento.
Deus sempre tem uma resposta. Manter os ouvidos bem abertos deve ser cuidado nosso. A fé é o firme fundamento Hb. 11:1.

4.2 Glorificar a Deus.
Os milagres não parecem apenas glorificar a Deus em nossos dias, mas, enriquecer os que dele se apropriam indevidamente ou até devidamente, porém, de forma contrária a Palavra de Deus.
Bom lembrar que milagre, não dá autenticidade que alguém seja um grande servo de Deus. Os milagres podem ser realizados pelo zelo do Senhor ao seu nome, nem sempre por causa do agente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário