Tradução deste blog

sábado, 2 de junho de 2012

EBD 10 O GOVERNO DO ANTICRISTO


LIÇÃO 10 – O GOVERNO DO ANTICRISTO.
Para o dia 03/06/2012.
PONTOS A ESTUDAR:
I – QUEM É O ANTICRISTO.
II – O APARECIMENTO DO ANTICRISTO.
III – O SUSTENTO DO GOVERNO DO ANTICRISTO.
IV – A PLATAFORMA DE GOVERNO DO ANTICRISTO.



Em tempo: Que desafio escrever sobre o anticristo. Eu nunca desprezo os comentários e temos grandes escritores nos nossos celeiros que tratam da matéria; gente maravilhosa na nossa igreja, todavia, para não me deixar influenciar, não quero pesquisar nesses textos, atento-me a puxar o comentário da lição, mas, apresentar a minha visão pessoal sobre o assunto. Segundo a graça de Deus, quero compartilhar o subsídio desta lição, que, como já explicado, ao escrever, faço da forma como daria aula para os meus alunos.

I – QUEM É O ANTICRISTO.
Por muito tempo, o anticristo a mim, pareceu uma figura enigmática, refiro-me a ele mesmo, o que se define teologicamente. No ápice da chamada guerra fria ou guerra de intenções, onde prevalecia a ideologia e o poder militar entre Estados Unidos e União Soviética, o mundo viveu em sobressaltos, parecia que o comunismo tomaria conta do mundo, estabeleceria a sua ordem econômica capitaneada pelas URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas). Essa mobilização levou muitos “profetas da última hora” a esboçar raciocínios teológicos pouco apurados e ilógicos. Caíram as “cortina de ferro” e os muros de Berlim, mas, ficou uma grande coluna chamada China. Há 35 anos, assistindo a tudo isso, perplexo, esperava por uma palavra, que designaria a NOVA ORDEM ECONÔMICA MUNDIAL e ela veio como uma onda impetuosa invadindo os continentes e sem intenções de volta.  
Essa onda veio abrindo espaço para o estabelecimento do mundo globalizado. Hoje, o que foi semeado, já está dando fruto e cada dia mais se solidificando para apresentar ao mundo, a única solução, o anticristo. Figura central do período entre o arrebatamento da igreja e a vinda do Senhor para o período milenial. O Messias aguardado por Israel.

O enigma estava exatamente nas palavras de Daniel e referendadas pelo Senhor em Mt.24:15, lia repetidas vezes esse texto:
Dn 9:24 As setenta semanas reveladas a Daniel. Como um relógio que parou e reiniciou a sua contagem no princípio do fim. Estava selada a sorte do povo de Israel para o sofrimento e as assolações sofridas.
Dn: 9:27 Sobre a asa da abominação, virá o assolador. O movimento gay é uma dessas abominações e a sua força contribuirá para confirmar a plataforma do assolador; isto será inevitável.
Dn. 11:31 Braços que profanarão o santuário. Quando soube que fariam em Israel, uma parada gay, pensei nos grandes reis e profetas que iluminaram aquele pedaço de chão. Todo mundo queria saber quem eram as duas bestas e o falso profeta? O falso profeta está personificado na segunda besta. Não será uma terceira pessoa.
Nos idos de 1960, tomei conhecimento pela imprensa que uma criança em Israel, recebia influência ao anoitecer e sob essa influência, formava o templo de Jerusalém, com brinquedos de montar.

1.1-2   Definições etimológicas e Teológicas.
É possível manter a definição etimológica para o texto de I Jo 2:18 “Muitos se tem feito anticristos”.
Não dá e não é bom, fazer julgamentos sobre pessoas, pois, podemos nos equivocar, não com movimentos, mas, com pessoas sobre quem produzimos juízo enquanto Deus vê e fala de modo diferente do nosso. O movimento de caráter anticristão ou na forma de anticristo fica transparente pelas falsas doutrinas e dissolução da graça de Deus, facilitando um céu que não é o da Bíblia. Quanto a definição teológica para o Anticristo, o autor fecha bem a questão.

II – O APARECIMENTO DO ANTICRISTO.
2.1 Tempo.
Quando o relógio profético voltar a cronometrar o tempo e isto já na última semana ou na septuagésima semana, o que está meio oculto  aos olhos da humanidade, se materializará, felizmente, não estaremos aqui para qualquer comentário. Ele surge no cenário mundial dizendo-se o Messias, a partir de Israel e para Israel como o grande libertador, estendendo as mãos a todas as nações.

2.2 Lugar.
Percebe-se que o autor avança corajosamente para definir os campos de atuação do anticristo, chamando Roma de sede política do seu governo e antes que alguém rebata de maneira intempestiva, convém raciocinar o seguinte:
Haverá duas sedes de governo, uma de caráter político e outra religiosa. Não esqueçamos que, duas bestas foram vistas por Joao, uma que emerge da terra e outra do mar.
Terra circunscreve Israel e mar, as nações.
Outra questão que sempre preservei é quanto a indubitabilidade de o Anticristo ser judeu e o seu governo nascer a partir de Israel.

III – O SUSTENTO DO GOVERNO DO ANTICRISTO.
Mesmo se colocando no lugar de Cristo é bom saber que apenas Israel, pela perspectiva desse povo, abraçará o Anticristo como sendo o Messias, já as nações, conservarão a influência do evangelho que aponta para JESUS DE NAZARÉ como o messias que já veio, foi morto e ressuscitou, portanto, o anticristo precisará do grande apoio da segunda besta.

3.1 O Dragão.
O Dragão ou a antiga serpente operará como o Antiespírito Santo
E dará poder as duas bestas para que exerçam o seu domínio sobre a terra. Satanás ainda luta pela adoração e fará isto, pelo Anticristo, saiba-se que hoje ele já atua para desviar, toda adoração devidas a Cristo transferindo-as para si próprias ou para o homem.

3.2 O Falso Profeta.
Sarar a ferida mortal da primeira Besta e fazer com que a estatua erguida em louvor dessa mesma besta, ganhe vida, levará a humanidade ao êxtase da admiração e louvação. Isso ocorrerá simultaneamente em todo o mundo.



IV – A PLATAFORMA DE GOVERNO DO ANTICRISTO.
É possível perceber-se que o mal avança é toda sorte de iniquidades cometidas sob os céus; abortos, homossexualismo, violência e corrupção. A plataforma de iniquidade do Anticristo alimentará ainda mais em razão da mais absoluta liberdade em que viverá a humanidade nesse período quando, nada será vergonhoso.

4.1 A ideologia socialista implantada nos países do Leste Europeu ou mais conhecido como Europa Oriental, no período de 1945 a 1989
tratou de execrar toda referência ao cristianismo, isto levou muitos teólogos a acreditar que a plataforma do Anticristo já estava montada, porém, aquilo tudo era apenas uma pálida demonstração de como será essa plataforma quando ele realmente começar a governar. O Apóstolo Paulo o chama de: O homem do pecado e filho da perdição cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, 2Ts. 2.1sgts.
EFICÁCIA DE SATANÁS – Será um período em que certamente Deus permitirá que o inimigo dos homens, atue com liberdade total sobre o planeta terra, influenciando a todos para a prática do mal.
Obs. Essa é uma das razões pelas quais a nossa luta contra o mal por qualquer das mídias disponíveis (Radio, Televisão, Rede Social) pareça provocação de criança da nossa parte.

4.2 A promoção do pecado.
Nunca o pecado foi tão promovido como se faz hoje. Qualquer letra musical, novela, teatro, shows humorísticos, só ganham luminosidade quando apresentam mulheres seminuas, piadas e letras musicais com obscenidades, promove riso histérico na plateia. Qualquer coisa séria não lhes é dado o devido valor. Veja por exemplo, igreja que o pastor prime pela seriedade da doutrina.

4.3 A promoção do culto a Satanás.
O que ocorre hoje é a preparação do cenário em que o Anticristo será louvado por todas as religiões, cujos membros fieis foram levados.
Não quero e nem gosto de ficar tripudiando sobre questões musicais, área em que os adeptos do novo, lutam para defender, todavia, o verdadeiro louvor, não tem ritmo de samba, nem de rock nem de lambada, nem de axé e tampouco os modernos rap e hip hop, em que a verdadeira adoração, não está contida, exceto algumas citações do nome do Senhor.

4.4 A promoção de uma economia única.
Os governos não conseguem perceber o sentido de digitalizar o código do homem para que este possa comprar ou vender dentro de uma economia única e global. Recentemente os EUA adotaram a implantação de chips sob a pele e o caminho está aberto para instalação da marca da besta ou o número do seu nome.
Finalizando, desprezamos todo e qualquer ensinamento que empurre a igreja para o cenário da grande tribulação, exceto que ela passará por algums tribulações e já estamos vivenciando isto.
ORA V

Nenhum comentário:

Postar um comentário