Tradução deste blog

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

FAMÍLIAS EXPULSAS DAS RESERVAS INDÍGENAS.

Vamos e venhamos!
Estava assistindo pelos jornais a expulsão de algumas famílias de terras indígenas, mais precisamente em torno da reserva  Raposa Serra do Sol. Antes de tomar algum conhecimento dessa questão, achei que invasão de terras indígenas (desculpem a minha ignorância) ocorressem como fazem aqueles grupos de movimento dos sem terras que entram com tudo, o governo concede a concessão e passado alguns anos, não se sabe onde estão. Percebi que as famílias retiradas, eram pessoas de bem, estabelecidas ali há muito e que tornaram a terra produtiva, útil até para os próprios indígenas.
O Supremo Tribunal votou em maioria absoluta a favor da expulsão daquelas famílias.
O que penso a respeito.
Há muitos anos que ouço falar da FUNAI, da sua atuação para proteção dos índios e suas propriedades. Não consigo entender a falta de pragmatismo dessa instituição alimentada pelo governo, criada com finalidade específica e que ao longo desses anos o que percebemos é uma grande ineficácia da sua atuação.
Não consigo entender essa "tentativa" de proteger a cultura indígena ou os índios que já adotaram parte da nossa, com a presença da televisão, do acesso a Internet e outras aquisições além da maldita cachaça que não deixa as famílias em paz.
Entendo sim que grande área devia ser preservada já que ali viviam antes que nós fossemos descobertos pelos navegadores portugueses.
A minha pergunta e penso que de milhares de brasileiros é: As famílias que foram retiradas não tinham condições de viver pacificamente como de fato já viviam com a população indígena? Destilavam algum perigo para a cultura indígena? Se retirados dali, onde já viviam com alguma decência de moradia e produção, não caberia ao governo, deixar de lado o caminho da indenização entregando-os a própria sorte, para  integra-los em propriedade produtiva e assisti-los até que pudessem retomar a capacidade de sobrevivência? Se a FUNAI, órgão de defesa do bem e da propriedade indígena tivesse agido de maneira coerente, na época em que essas pessoas se instalaram ali, tudo isso teria sido evitado? Claro que sim.
Sabemos que há hoje, centenas de índios com formação superior. Não são sub-povos como se pretende cultivar a ideia e creio que seria bom, resguardada as devidas proporções, acompanhar cautelosamente o desenvolvimento indígena em busca da nossa cultura e preservar a história deles, que é a nossa história, porém, me sentiria mais confortável, se aqueles, expulsos, não tivessem sido tão expulsos como foram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário