Tradução deste blog

domingo, 3 de julho de 2011

ANJOS DO SENHOR! NÃO ENTREIS EM SODOMA.

Todos conhecem a história de Sodoma e Gomorra, alvos de destruição pelo acumulo de pecado. A questão das bestialidades sexuais foram determinantes para sua destruição. Indícios são mostrados na Bíblia, em outras passagens além de Genesis que a vida de fartura e o  excessivo conforto, levaram aqueles homens a afrontar a santidade de Deus e é o que acontece hoje.
Jr 23:14 Ao censurar os profetas de Jerusalém pelo pecado deles e do povo, o Senhor os comparou aos de Sodoma: Adultério, mentira e proteção a criminosos, entenda-se: corruptos.
Ez 16:49 "Eis que esta foi a maldade de Sodoma, tua irmã: Soberba, fartura de pão, e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca esforçou a mão do pobre e do necessitado".
A  vida confortável e ociosa  dá causa ao povo, de buscar variáveis para tornar a vida mais alegre. Essas variáveis, vemos hoje em nossa sociedade; desprezo as coisas de Deus, ocultismo e o crescente número de seguidores da prática de troca de casais;  de adeptos do homossexualismo masculino ou feminino, traduzido na bíblia por uso contrário a natureza (Rm 2:27) homem com homem e mulher com mulher;  ganância, egoísmo e nudez espontânea entre outras.
Acabo de ler no folhetim,  encarte do jornal O Estado de São Paulo, (03/07/2011) entrevista com a psicanalista Regina Navarro Lins, pesquisadora, especialista em sexualidade,  que faz as seguintes declarações como resultado das suas pesquisas:
1) Exigir exclusividade do parceiro é o grande vilão da vida a dois.
2) 72% das pessoas pesquisadas, disseram que foram infiéis.
3) Antigamente, se um homem pretendesse fazer sexo a três, jamais convidaria a mulher. Agora, muitos, só não convidam, mas, insistem, que elas participem. Segundo a pesquisadora, os que a procuram, são casais com aparência conservadora.
4) Em pesquisa, 77% dos internautas declaram que desejariam fazer sexo a três.
5) A autora contudo, reconhece que há um grande abismo entre a vontade e a realização.
O nudismo, antes restrito as praias reservadas, hoje ocupa lugares públicos. Sobrecarregam a mídia televisiva em propagandas de produtos associados a nudez. Estranhamente, a nudez parcial ou total, toma lugar nos questionamentos sociais, nas passeatas;  lembrando também as músicas de mau gosto com seus palavrões e alta dosagem de sugestão a vida carnal e vícios.
ANJOS DO SENHOR! NÃO ENTREIS EM SODOMA.
As coisas por lá, tomaram um rumo tão descontrolado que até os estrangeiros que deveriam gozar de proteção, sucumbiam diante dos desejos carnais do povo. Os anjos que, a mando de Deus,  foram a casa de Ló para o livrar da destruição com sua família,  sentiram o clima. Ló num lance de desespero, os manda entrar em sua casa, fecha a porta e os homens de Sodoma, tanto moços como  velhos,  apertando-os gritavam: traze-os para fora para que o conheçamos(RCA); Traze-os para fora para que abusemos deles(RA). Conheçamos? Queriam na verdade, transar com os anjos sem saber que eram mensageiros do Senhor, a ponto de Ló dizer, não faças mal a estes homens, tenho duas filhas que não conheceram varão, eu as porei para fora, façam com elas o que bem parecer.
Nem mais surpreende que pastores estão deixando a Bíblia de lado e passam a fazer o papel de terapeutas sexuais, sugerindo outras formas de práticas sexuais que não tem aprovação expressa na bíblia salvo, nas subtilezas de Salomão em Cantares. Ora, se alguns cristãos já tem alguma tendência aos desvios de conduta, devem estar sorrindo pois alguém já se encarregou de dar um empurrãozinho. Se os pastores cochilarem, logo, alguns dentro das igrejas, estarão fazendo propostas indecentes.
Apenas para concluir o pensamento e que ninguém me acuse  de extremista, devo dizer que como pastor, recomendo a casais, se consultado, que gozem a vida com a sua companheira, brinquem como crianças, o corpo pertence um ao outro, todavia, haja respeito as limitações de cada cônjuge. Não foi sem razão que o apóstolo Paulo, recomendou aos casais um afastamento temporário, com consentimento mútuo,  para não cederem as tentações de Satanás,  ICo 7:5. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário