Tradução deste blog

sábado, 6 de novembro de 2010

VENDE-SE IGREJA

Como profissional, trabalhei  muitos anos (quase 20) numa empresa imobiliária, não obstante centrado na área administrativa e contábil, assimilei o movimento de compra e venda de imóveis. Como contador, por vezes consultado sobre o preço para venda e compra de uma empresa,  vou logo fazendo perguntas tais como; quanto de estoque,  vendas mensais, projeção de vendas futuras, qual o tamanho do passivo e vai por aí, na busca de um número razoável. No caso de igreja, se alguém me consultasse, eu faria perguntas semelhantes, (cá pra nós, não teria coragem de perguntar, eu mandaria o indivíduo ir enxugar gelo em algum lugar da Antárctida) mas, eu perguntaria o seguinte: O Senhor tem uma igreja para vender? ela é sua de verdade? já perguntou ao verdadeiro dono se ele concorda com essa operação? Bem! isso do ponto de vista espiritual. Quando se pretende vender, não se leva em conta apenas o patrimônio. Do ponto de vista patrimonial, eu não conheço nenhum pastor dono de igreja, pois elas são sempre adquiridas com dinheiro dos dízimos e das ofertas dadas pelos fiéis portanto concluo essa dizendo: É IMORAL E CRIMINOSO VENDER O QUE NÃO LHE PERTENCE TANTO QUANTO É IMORAL QUEM COMPRA. Considero o dinheiro tão sujo quanto as 30 moedas de prata pagas a Judas Iscariotes, para trair o Senhor.

Mt. 16:18: "Pois também eu te digo que tu és Pedro e sobre ESTA PEDRA edificarei a MINHA IGREJA e as portas do inferno não prevalecerão contra ela". (grifo meu).

Lc 20:17b - "A pedra que os edificadores reprovaram, essa foi feita cabeça da esquina".
At. 4:11 Pedro cheio do Espírito Santo, perante o Sinédrio falando acerca de Jesus:  "Ele é a pedra que foi rejeitada por vós os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina."
Ef. 2:20-21 Carta de Paulo aos Efésios: "Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra de esquina; no qual todo edifício (IGREJA)  bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor".

Nenhum comentário:

Postar um comentário