Tradução deste blog

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

BATISMO NO ESPÍRITO SANTO, ATACADO OU VAREJO

Em primeiro lugar peço desculpas pelo título. É apenas uma forma de chamar a atenção pela banalização que se dá ao maior emblema da evangelização. Tentarei ser suscinto sem deixar de lado a clareza.
Não tem como inventar, o batismo com Espírito Santo não é produzido por vontade humana exceto a vontade de recebe-lo de forma legítima. Consideremos alguns pontos.
1) Lc. 24:49 Eis que sobre vós envio a PROMESSA de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestido de poder.
2) At.2:2 e, de repente, VEIO DO CÉU um som como de um vento veemente e impetuoso e encheu toda casa. 2:3 FORAM VISTAS POR ELES línguas repartidas como de fogo. 2:4 falaram em outras línguas, em variedades de línguas (ver ICo 12:10 variedades) incluindo-se a língua materna de diversas nacionalidades. A necessidade impactante da comunicação era maior e mais necessária que hoje, porisso, serve de exemplo para nós.
3) At. 8:19 Não está no domínio do homem para que este, manipule da forma que lhe convier.
O cenário religioso como também o de impiedade era muito ostensivo nos dias apostólicos. Conquistar Samaria e demolir a idolatria sobre Diana na cidade de Éfeso, exigia não esforço humano e logístico de evangelização mas profunda demonstração de poder.
CONVENHAMOS E SEJAMOS SINCEROS.
Para que os crentes querem hoje o batismo com Espírito Santo?  Resposta: para ficar dentro das igrejas brigando por cargos e em como agradar suas lideranças e muitas vezes massacrando quem realmente deseja fazer a obra do Senhor. Se realmente queremos o que de fato já está a disposição da igreja pois, os dons que vêm através do batismo são o ornamento da igreja do Senhor, faz-se necessário uma mudança radical de valores morais e éticos, caráter na verdade, além de uma busca frenética em exercitar piedade, tão distante do nosso convívio.
O que esperamos de uma pessoa batizada com o Espírito Santo?
O que voce espera do seu veículo quanto a bateria está descarregada e voce troca por uma nova? que ele se movimente, que ele cumpra seus objetivos, dar conforto aos passageiros. O que esperamos? que o cristão saia do lugar comum, se movimente, demonstre mais amor, mais afeto pelos que com ele convive, nisto se inclui a família, impulso para falar do amor de Jesus, coragem, ânimo pronto, espírito colaborador para com a obra, mais carinho com seu pastor.
O que dizer de pregadores que muito bem pagos, dentro de um clima organizado, insiste em que as pessoas falem em línguas, pessoas que já estão envolvidas em toda sua emoção no contexto do culto. Não precisa dizer nada, acompanhe-os nos cultos seguintes. Alguns nem falam mais em línguas até que um novo culto os reanime. O que falo não é crítica dirigida a qualquer igreja nossa, falo como diante de Deus, as pessoas acabam se tornando vítimas do engano do poder. Deus as condena por isto? não, mais esta situação as tornam insensíveis a voz do Espírito, perdem a capacidade de discernir, acham tudo normal e é por esta razão que quando aparece alguém com uma visível demonstração de poder, acaba se tornando um ícone entre os irmãos, aquilo que dizem: "a irmã é um vaso" quando todos somos vasos, parece até predileção de Deus por alguns.
Como sabemos a diferença entre ser batizado com Espírito Santo, Jl 2:28; Lc 24:49 com a dádiva do Espírito Santo  cf. Jo 20:22,  concluimos:
1) O primeiro reveste o crente de poder e o segundo transmite características  aos filhos de Deus tornando-os semelhantes a Cristo, (Um criado disse a Pedro,; "tu és um deles"  Lc 22:58)
2) O Batismo com Espírito Santo deve ser uma consequência para os que experimentam o novo nascimento e não ao contrário.
3) Nada impede (excessão) que uma pessoa na igreja, aceite a Cristo como salvador e no mesmo instante seja batizado com Espírito Santo para depois, experimentar a nova vida em Cristo.
4) A regra é: Os que experimentam o novo nascimento, recebam o Espírito de vida em Cristo Jesus, busquem ardorosamente  receber o revestimento de poder sem a "mãozinha santa do pregador".
Não tenho qualquer respeito pelos debochados que chamam alguns movimentos de "repepé" ou "reteté" muitas vezes esses movimentos acontecem porque o pai não está por perto para ensinar os filhos.
Não tenho qualquer respeito por compositores que incluem línguas estranhas em seus cânticos e falam como se isto, estivesse no seu domínio. Lembro-me de uma jovem a quem exortei para que não fizesse mais aquilo;  cantar e imitar as línguas que o compositor inseriu.
CATÓLICOS CARISMÁTICOS.
Alguns me perguntam se os católicos carismáticos recebem o batismo com Espírito Santo. Na matéria "Jesus o mais desacreditado" tratarei com mais detalhes sobre o assunto.
1) São vítimas tanto quanto alguns dos nossos se tornam vítimas de movimentos que parecem ser.
2) Não tem nada de espírito maligno nessa questão, salvo, quando o próprio Satanás que pode se transfigurar em anjo de luz, IICo 11:14 - resolve interferir para enganar, porém, isso é resultante do extase emocional, porquê? alguém pode me perguntar.
1) O Batismo com Espírito Santo como já explicado anteriormente, não é a causa e sim a decorrência dos nascidos de novo.
2) Qualquer que recebe o Espírito Santo conforme Jo 20:22, não pode no final das orações, concluir com outra dizendo "Santa Maria mãe de Deus, ROGAI por nós pecadores",  pois Jesus disse em Jo 16:13 "Ele vos guiará em toda verdade"  e a Bíblia, livro de Deus, prescreve o que segue:
ITm 2:5 "Porque, há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens".
Hb. 12:24 "...e a Jesus, mediador de uma nova aliança..."
Tudo o que digo acima, não tem nada a ver com subverter Maria, a querida mãe do nosso Salvador a uma condição de inferioridade.
Para finalizar, lembro-me que em igrejas da qual fui pastor, era quase que comum, logo no início do movimento carismático, chegar em nossas igrejas, líderes desse  movimento e por vezes até padres. Após ouvir alguns, descobria que o interesse era o movimento espiritual  e tudo o que se relacionava com a liturgia do culto. Percebam que não me preocupo com a parcialidade, a Bíblia é a carta de Deus capaz de orientar os nosso  caminhos para não cometermos erros.
Pastores das nossas igrejas, tenhamos cuidado com aqueles que vem com aparência de piedade e levam nosso povo a gritinhos histéricos que não produzem qualquer resultado positivo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário