Tradução deste blog

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

II JESUS O MAIS DESACREDITADO (texto atualizado)

POR MUITOS CRENTES.
No ponto I,  nota de esclarecimentos sobre o tema proposto.
Não dá para usar este espaço como se estivesse escrevendo um livro mas apenas lampejos, para refrescar nossa memória.
Dn 2:42-43 Descreve uma parte da estátua sonhada por Nabucodonosor, artelhos de ferro e barro que se misturam com semente humana o que para alguns, representa o império romano ocidental  e oriental, pelo fato desse império ter constituido uma capital no oriente, em Bizâncio posteriormente chamada de Constantinopla. Nunca pude ver outra coisa senão, o poder político e expansionista do império romano representado pelo ferro e a herança religiosa a que chamo de; IMPÉRIO ROMANO ESPIRITUAL OU RELIGIOSO,  representado pelo barro misturado com semente humana ou seja; o império político caiu em 476 ec  porém o poder religioso iniciado por Constantino (306-337)  e consolidado por Teodósio (378-395) que fez do cristianismo a religão oficial do império,  permaneceu como um grande rio, seguindo por curvas sinuosas, marcadas de mortes pela ganância do poder, violências, traições, simonias,  indulgências e assassinatos dos verdadeiros cristãos que se opunham ao sistema corrompido do poder papal. Mergulhamos no século das trevas e vimos a luz voltar a brilhar com os sinais da reforma protestante que deu carona para uma outra reforma, a reforma politico social, freando o dominio papal na Europa e abrindo o leque do renascimento à cultura, às artes e às ciências.

CRENTES OU EVANGÉLICOS - ONDE ACERTAMOS E ONDE ERRAMOS.
Na verdade, não acertamos em nada, apenas abraçamos a fé em Cristo, de maneira autenticamente bíblica. Aquele monge de vida exemplar, chamado Martinho Lutero,  sonhava em conhecer a sua ordem na roma papal,  escandalizou-se ao ver seus companheiros de monastério, encharcados de vinho e carnes de caça, gordos, de rosto rubro da bebedeira e comelança enquanto ele vivia sob votos de pobreza, abriu espaço para reforma. Abraçamos a reforma e com ela as riquezas doutrinárias, porém, diferente do que se pensava, ao invés de criar uma nova seita, Lutero despertou para conhecer e anunciar Jesus como único e suficiente salvador sem que fosse preciso pagar indulgências ou apelar para qualquer outro mediador. 

Ef.2:8 Pela graça sois salvos,  por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Reconhecemos que a salvação não é produzida por méritos, nem tampouco pela interferência de qualquer dos santos da Bíblia e isto inclui Maria, a mãe de Jesus que em vida, cumpriu o papel de ter sido escolhida por Deus para conceber o Salvador dos homens e no seu cântico ela disse: "O meu espírito se alegre em Deus o meu Salvador, porque não atentou na humildade de sua serva; pois eis que desde agora, todas as gerações me chamarão bem-aventurada."  Jo 1:47-48. No calvário, quando Jesus olha para sua mãe e João que estava junto diz-lhe; mulher eis aí o teu filho e para João, filho, eis aí a tua mãe (Jo.19:25-27) num claro sinal que daí para frente, Jesus abria mão da condição de filho para retomar a glória que tinha com o pai. (Jo.17:5;24.

ICo 15:1-58 O Apóstolo Paulo, define a ressurreição sob todos os aspectos. A doutrina da ressurreição não é uma invenção dos apóstolos. Jesus (Jo. 5:29) deixou muito claro que todos, justos ou ímpios, serão ressuscitados um dia, não deixa margem para qualquer especulação que leve a outras idéias doutrinárias.

Jo 3:3-7 Para Nicodemos Jesus disse da necessidade de nascer de novo, nada tendo a ver com reencarnação ou nascer da carne pois continuará sendo sempre carne. Abraçamos esta doutrina, tão desprezada pelos neo-pentecostais pois reconhece-la, implica em concordar que não existe cristão de verdade se não houver uma total mudança de vida e atitudes, não basta ingressar numa igreja, ser batizado, e participar dos cultos, sem deixar para traz, a velha natureza e o pecado que tão de perto nos rodeia. O que digo é tão sério que hoje, homens e mulheres se entregam  aos prazeres do carnaval, da nudez e  da sensualidade e sem qualquer constrangimento, dizem na televisão: "SOU EVANGÉLICA"  logo logo, criarão a "ESCOLA DE SAMBA PENTECOSTAIS PEDEM PASSAGEM".

Doutrina do batismo com Espírito Santo que falaremos mais tarde, do arrebatamento da igreja e outras que convencionou-se chamar de;  doutrinas basilares ou básicas do evangelho.

EM QUE ERRAMOS.
Não vou me estender muito neste capítulo mas, resumi-lo da seguinte forma: Erramos em não somar a abnegação dos testemunhas de Jeová no sentido de evangelizar, o zelo pelo estudo da palavra cultivado pelos batistas e presbiterianos, a devoção dos católicos que enchem suas igrejas nos domingos pela manhã, a organização das igrejas denominadas "Congregação Cristã No Brasil" na forma como constroem seus templos, cuida da manutenção patrimonial e mais importante, não ficam falando mal dos seus pastores (anciãos) como nós outros temos esse terrível vício e ainda o fazemos publicamente.
Peço desculpas, isso é mania de perfeição e também quanto a esse "erramos", ainda falarei sobre diversos pontos em que erramos e para aumentar o erro, temos como principais colaboradores, aqueles que concentram o poder sob o título de "LIDER" mesmo sabendo que toda instituição precisa de um lider e na bíblia, temos centenas que exerceram liderança.
EM QUE TORNAMOS O SENHOR DESACREDITADO.
A maior parte das parábolas de Jesus, indicam o caminho para uma vida de trabalho, perseverança e evangelização.  Quando prego sobre a figueira improdutiva ou estéril, volto para casa com a sensação que espanquei a igreja, porque, que importância nós damos a essa parábola, quanto o significado e as consequências, para quem Jesus dirige esta parábola?; e a dos trabalhadores e as diversas horas?; e a parábola das dez virgens?; todas tem um profundo significado e deveria preocupar o povo de Deus tanto quanto o adultério, o roubo ou a mentira. Lc 13:6-9, Lc.10:25-37 Mt. 20:1-18.

Nenhum comentário:

Postar um comentário